Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2024
Title: Interoperabilidade entre os repositórios institucionais brasileiros: uma análise preliminar
metadata.dc.creator: Andrade, Morgana Carneiro de
Oliveira, Elias Silva de
Keywords: Interoperabilidade;Metadados;Repositórios Institucionais;Interoperability;Metadata;Institutional Repository
Issue Date: 2012
Citation: ANDRADE, Morgana Carneiro de; OLIVEIRA, Elias Silva de. Interoperabilidade entre os repositórios institucionais brasileiros: uma análise preliminar. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 13., 2012, Rio de Janeiro, RJ. Anais... Disponível em: <http://enancib.ibict.br/index.php/enancib/xiiienancib/paper/view/3785/2908>. Acesso em: 27 jul. 2016.
Abstract: O repositório institucional apresenta-se como uma perspectiva de reunir, organizar, preservar, divulgar e garantir o acesso confiável e permanente da produção intelectual gerada na universidade em um único local. Para que isso se concretize, é necessário que os repositórios sejam interoperáveis. Este estudo analisa a interoperabilidade entre repositórios na perspectiva de estabelecer uma comunicação efetiva de modo a viabilizar a interoperabilidade semântica. Foram analisados sites e informações constantes dos diretórios de registros de repositórios OpenDOAR e Roar de 59 repositórios institucionais e identificou-se que 21, além de utilizarem o Dublin Core, disponibilizaram o OAI-PMH, enquanto nos demais só foi possível constatar a utilização do Dublin Core. Concluiu-se que o uso de esquemas de metadados (Dublin Core/OAI-DC), a adoção de boas práticas, como a disponibilização do protocolo OAI-PMH, a divulgação do perfil de aplicação e o estabelecimento de política de informação institucional que contemple esses aspectos são iniciativas que promovem a interoperabilidade técnica, e, consequentemente, permitem vislumbrar boas perspectivas para a interoperabilidade semântica
The institutional repository represents an opportunity of gathering, organizing, preserving, spreading and guaranteeing reliable and permanent access to the intellectual production created in the university in a single place. To make this become a reality, repositories need to be interoperable. This study analyses the interoperoperability among repositories in the perspective of establishing efficient communication in order to make feasible the semantic interoperability. Sites and information present in the directories registers of Open DOAR and Roar repositories of 59 institutional repositories were analysed. It was found that 21 repositories not only used Dublin Core, but also made the OAI-PMH available, while in the other ones just Dublin Core was used. Therefore, it was concluded that the use of metadata schemas (Dublin Core/OAI-DC), the adoption of good practices like the availability of the OAI-PMH protocol, the spread of the application profile, and the establishment of an institutional information policy which considerates these aspects are initiatives that promote technical interoperoperability, and consequently permit to visualize good perspectives for the semantic interoperability.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2024
Appears in Collections:BC - Trabalhos apresentados em eventos
ARQ - Trabalhos apresentados em eventos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
3785-6053-2-PB.pdf107.28 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons