Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2045
Title: Estudo do efeito de mistura de petróleos na determinação da acidez, do teor de enxofre, do ponto de fluidez, da viscosidade e do grau API
metadata.dc.creator: Tozzi, Fabrício Carlos
Keywords: Petróleo;Enxofre;Misturas (Química);Gravidade API;Número de acidez total;Óleo pesado
Abstract: O Brasil não é um grande produtor de óleos leves e, além disso, as refinarias brasileiras ainda não processam integralmente os óleos pesados, logo uma alternativa seria a mistura de óleos leves, ou de características mais leves, com óleos pesados, o que levaria à formação de um “novo óleo” com característica relativamente leve. O nome deste processo é blending e estas misturas são denominadas de blends. Quando se prepara um blend, há a formação de um “novo” óleo com características diferenciadas, quando comparado a matriz original (óleo ou blend), logo é importante avaliar o impacto dessa mistura nas novas propriedades físico-químicas produzidas. Neste trabalho, foram utilizados quatro petróleos, sendo dois óleos offshore designados de A e B (Gravidade API = 26,4 e 18,3) e dois onshore designados de C e D (Gravidade API = 12,2 e 19,6, respectivamente) sendo a maior parte classificados como pesados, que foram usados para produção de 68 blends. Estes foram analisados e os novos valores encontrados para as propriedades físico-químicas dos blends como NAT, enxofre total, ponto de fluidez, Gravidade API e viscosidade foram avaliadas e comparadas aos óleos originais. Entre os 68 blends produzidos, 13 blends apresentaram, simultaneamente, uma melhora nos valores para NAT, S total, ponto de fluidez e Gravidade API. Vale destacar que dois blends (nomeados de B30 e B34) apresentaram os melhores resultados para o NAT, S total, viscosidade cinemática e Gravidade API. Como a composição química utilizada na preparação destes blends foram diferenciadas, houve também a necessidade de se verificar a influência da concentração dos óleos A, B, C e D nestes resultados dos blends. É possível verificar uma importante contribuição do óleo A nestes resultados encontrados. Portanto, é possível concluir que quando não há uma grande produção de óleos leves, a mistura destes com os óleos pesados possibilita a formação de misturas com características de óleo relativamente mais leve, otimizando assim, as etapas de produção, processamento e refino.
Brazil is not a major producer of light oils, and moreover, Brazilian refineries do not yet processed heavy oils, then an alternative would be the mixture of light oils, or lighter characteristics with heavy oil, which would lead to formation of a "new oil" with relatively light feature. The name of this process is blending and these mixtures are called blends. When preparing a blend, there is the formation of a "new" oil with different characteristics when compared to the original matrix (oil or blend), so it is important to assess the impact of this mixture in the new physicochemical properties produced. In this work, four oils were used, two offshore oil designated A and B (API Gravity = 26.4 to 18.3) and two onshore designated C and D (API Gravity = 12.2 and 19.6, respectively ) are classified as the most heavy, which were used to produce 68 blends. These were analyzed and the new values for the physico-chemical properties of the blends as TAN, total sulfur, pour point, viscosity and API gravity were evaluated and compared to the original oils. Among the blends produced 68, 13 blends exhibited both an improvement in values for TAN, all S, pour point and API gravity. It is worth noting that two blends (B30 and B34 named) had the best results for the TAN, the total S, kinematic viscosity and API gravity. Since the chemical composition used in preparing these blends were differentiated, there is also a need to check the influence of the concentration of oils A, B, C and D results from these blends. You can check an important contribution of the oil in these results. Therefore, we conclude that when there is a large production of light oils, the mixing of heavy oils facilitates the formation of mixtures with relatively lighter oil characteristics, optimizing thus the stages of production, processing and refining.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2045
Appears in Collections:PPGQUI - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_8657_Fabrício Carlos Tozzi (1).pdf2.01 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons