Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2055
Title: Métodos quantitativos de riscos ambientais : investigação do seu uso no licenciamento de E&P do campo de Golfinho
metadata.dc.creator: Alves, Mariana Magnago
Keywords: Campo de Golfinho - Espírito Santo (Estado)
Abstract: A proposta deste estudo é avaliar se a análise quantitativa de riscos ambientais (QRA) poderia ser aplicada com eficiência nos países em áreas tropicais e subtropicais, como o Brasil, já que este método foi desenvolvido e aplicado em países em áreas temperadas, subpolares e polares. Para isto foi implementado um estudo de caso no Campo de Golfinho utilizando o método quantitativo de riscos ambientais norueguês MIRA, e comparados os resultados e o método do presente estudo com os resultados qualitativos do processo de licenciamento prévio. O resultado é que o método MIRA poderia ser aplicado em qualquer região do globo, desde que haja dados de entrada para a região estudada, já que o método é independente de variáveis climatológicas, mas sim o intemperismo do óleo, que é simulado no interior do modelo. O método ratificou a liberação do campo para a exploração, mas é necessário para o Brasil o levantamento de alguns dados da biologia e da socioeconomia para desenvolver melhor este tipo de análises. Considerando a importância do destino do óleo na análise ambiental de riscos, deve-se utilizar a melhor base de dados hidrodinâmica e o melhor modelo de destino de óleo em relação ao intemperismo do óleo, e que principalmente para a região de estudo, uma região extremamente dinâmica, que as modelagens de óleo contemplem pelo menos cada uma das quatro estações do ano, e não só inverno e verão, já que as estações intermediárias como primavera e outono se mostraram bastante nocivas considerando a chegada mais rápida ou de maiores volumes, ou atingindo maior extensão da costa.
The purpose of this study is to evaluate if the quantitative environmental risk analysis (QRA) could be applied efficiently in tropical and subtropical areas as Brazil since this method was develop and was applied in developed countries in temperate, subpolar and polar areas. For this a case study was implement at Golfinho Field utilizing the Norwegian environmental quantitative risk analysis method MIRA and the results and the method were compared with the qualitative method and the results of the previous licensing process. The result is that the MIRA method could be applied any part of the world, since it there are input data to the study area, once the method is independent of climatological variables, but of the oil wheathering, that is simulated inside of model. The method ratified the liberation of the Field to exploration, but it is necessary to Brazil to survey some biological and socioeconomical data to develop better this analysis type. Considering the importance of destination of oil to environmental risk analysis, should be utilized the best hydrodynamic database and the best wheathering oil modeling destination model. That is especially important to extremely dynamic regions as the study area that the oil modeling contemplate at least once in each of the four seasons for year, and not only Winter and Summer, once the intermediate seasons like Spring and Autumn proved to be quite harmful considering a faster arrival of oil and bigger volumes arrived to the coast or affecting more extensions of it.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2055
Appears in Collections:PPGOAM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_8998_Dissertacao_Mariana_Alves.pdf3.9 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons