Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2229
Title: A Higiene Escolar nos Escritos de Carlos Sá: Circulação de Ideias e Projetos de Interação Entre Saúde e Educação (1920/1945)
metadata.dc.creator: MORAES, M. F.
Keywords: História;Higiene escolar;Saúde escolar;Saúde História;
Issue Date: 31-Mar-2015
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: MORAES, M. F., A Higiene Escolar nos Escritos de Carlos Sá: Circulação de Ideias e Projetos de Interação Entre Saúde e Educação (1920/1945)
Abstract: A presente tese buscou investigar como, no âmbito das ações e interações higienistas em espaços de práticas, entre eles o Ministério da Educação e da Saúde Pública, os congressos e os jornais médicos, foi pensado o papel da educação, da escola e do professor, considerando, especificamente, a obra do médico e professor Carlos Accioly de Sá, entre 1920 e 1945. A circulação de ideias nacionais e internacionais sobre higiene escolar nas primeiras décadas do século XX também foram investigadas na tentativa de analisar as filiações de ideias higienistas sobre educação e saúde. As questões comuns e os dissensos acerca das representações de higiene escolar, saúde e educação, foram investigados tomando por base a circulação da ideia de modernidade brasileira, imersa na chamada questão nacional. Para esta pesquisa, foi utilizado o conceito de intelectual, baseado em Sirinelli. O diálogo com as fontes se deu também por meio dos conceitos de cultura (Sirinelli), comunidades interpretativas, representações, e circulação (Chartier). Para tanto, articulamos a cultura política do período aos textos produzidos por Sá, em diálogo com seus pares e com as ações do governo e das associações profissionais que ele participou. Partimos do pressuposto que, longe de haver um projeto único de higiene escolar, os textos de Sá nos revelaram apropriações de outras ideias, o destacando assim de sua geração. Na análise de seus escritos, percebeu-se uma apropriação das ideias americanas de saúde pública, que apontou, já na década de 1920, para uma maior ênfase na educação da saúde, em detrimento à inspeção higiênica, no caminho de transformar hábitos, prevenir doenças e promover a saúde.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2229
Appears in Collections:PPGE - Teses de doutorado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_8670_Tese_Margarete Farias de Moraes_versão final.pdf1.1 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.