Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2277
Title: Dialogando com o desenho: no processo de contrução imagética da criança no 5º ano do ensino fundamental.
metadata.dc.creator: SIQUARA, D. P. S.
Keywords: Interações;Grafismo infantil;Construção do conhecimento
Issue Date: 4-Aug-2011
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: SIQUARA, D. P. S., Dialogando com o desenho: no processo de contrução imagética da criança no 5º ano do ensino fundamental.
Abstract: Na abordagem histórico-cultural, o desenho apresenta-se de modo compartilhado e complexo, sob diversas relações com o outro e com os signos imersos na cultura. Isto é, algo constituído pelas interações sociais e que pode alterar a estrutura das funções psicológicas, pois como signo socializado, propicia a internalização das funções desenvolvidas socialmente. Desse modo, o desenho traz em si significados e sentidos estabelecidos historicamente, revelando as experiências compartilhadas e os modos do sujeito pensar e perceber o mundo. Essas reflexões deram formato ao problema central desta pesquisa: quais interações pode-se detectar na (re)construção imagética da criança do 5º ano do Ensino Fundamental? Sob esse prisma, este trabalho trata das interações no processo de produção do desenho das crianças em um contexto de ensino-aprendizagem, tendo por objetivos: analisar, por meio do desenho, as vivências e os conteúdos internalizados ao longo da construção do conhecimento da criança (em especial, sobre a cidade de Vitória/ES) até o 5º ano do Ensino Fundamental; comparar os desenhos das crianças que vivem realidades distintas na cidade de Vitória (ES): formas, cores, signos; propor situações de aprendizagem que favoreçam a (re)significação gráfica dos alunos. Para sua efetivação, optou-se pela construção metodológica respaldada na pesquisa de natureza qualitativa, sendo o estudo de caso comparativo o viés mais adequado aos nossos propósitos, por proporcionar partilha e confronto de ideias, possibilitando uma construção conjunta de conhecimento. Por essa linha investigativa, a pesquisadora e as crianças envolvidas, convertem-se em co-autoras do contexto estudado. Como lócus da pesquisa, foram escolhidas duas turmas de 5º ano do Ensino Fundamental: uma turma com 29 alunos, da Escola Municipal José Lemos de Miranda (Vitória/ES Brasil), cuja seleção levou em conta o fato de essa escola estar inserida no bairro São Pedro, periferia da cidade de Vitória; uma outra turma, com 32 alunos, do Colégio Sagrado Coração de Maria (Sacrè-Couer de Marie, Vitória/ES - Brasil), escola selecionada também pela sua localização, Praia do Canto, quer seja, um bairro nobre e tradicional da nossa capital. No percurso das investigações, percebeu-se que a criança formula significados sobre o objeto visto e imaginado, imprimindo linhas e formas que se sobrepõem aos aspectos fisiológicos da percepção visual, contando ainda com a ajuda da linguagem verbal. Isto é, o desenho revela uma realidade conceituada, enriquecida por uma percepção verbalizada, em que não é apenas a figura em si que define a visão captada da imagem, mas os significados estabelecidos pelo autor, ou observador que a torna perceptível e identificada. E, além disso, o desenho também revela a necessidade de entrelaçar emoção, sentidos e cognição por meio de interações que fomentam experiências de figuração, cujo processo concorre para a (re)construção imagética dos aprendizes.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2277
Appears in Collections:PPGE - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_5134_DEBORAH PROVETTI SCARDINI NACARI.pdf3.16 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.