Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2280
Title: Redes de conversas e afetos como potencialidades para as práticas curriculares e para a formação de professores da Educação Infantil
metadata.dc.creator: GOMES, L. F. R.
Keywords: experiências;formação continuada;práticas curriculares
Issue Date: 16-Aug-2011
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: GOMES, L. F. R., Redes de conversas e afetos como potencialidades para as práticas curriculares e para a formação de professores da Educação Infantil
Abstract: Aborda o estudo dos processos formativos e curriculares na Educação Infantil, ao procurar problematizar, valorizar e vivenciar a composição de linguagens, conhecimentos e afetos pelo intercambiamento de experiências docentes e das ações coletivas produzidas nas redes de conversações que emergem em um Centro Municipal de Educação Infantil de Vitória/ES. Dedica-se a compreender como as experiências narradas e vividas pelos professores, podem potencializar a configuração de novos territórios existenciais para os processos curriculares e de formação continuada, a partir de uma cartografia dos afetos presentes nas redes de conversas. Tece um debate teórico que se compõe pelas linhas de pensamento principalmente de Carvalho (2008, 2009a, 2009b, 2009c); Deleuze (1992, 1994, 1997); Deleuze e Guattari (1992, 1994, 1995, 1996, 1998), Foucault (1979, 2006a, 2006b); Rolnik (2007), dentre outros autores. As opções teóricometodológicas estabelecem uma pesquisa de campo na intercessão entre os procedimentos dos estudos com o cotidiano e os da pesquisa cartográfica. Utiliza, como instrumentos de produção de dados a observação participante, o registro em diário de campo, o registro fotográfico, as narrativas e as conversas dos professores e as experiênciasformações. Os apontamentos da pesquisa destacam alguns dos desejos sociais de educação dos professores, dentre eles, os que perpassam pela configuração de novos mapas existenciais para a criação de currículos em DevirCriança; pelo desenvolvimento de pontos de politização capazes de promover um novo modo de ligação teóricoprático; pela criação de novas relações de poder estabelecidas pelos efeitos produtivos do poder nas práticas curriculares e formativas; pela valorização das microexperiências em DevirConversasDocentes e; pela produção de CurrículosCrianças. Enfim, propõe a valorização das experiências narradas e vividas por professores como ações micropolíticas, capazes de potencializar a formação continuada, a produção do currículo escolar na Educação Infantil, assim como, percebe nas redes de conversas potencialidades para tecer uma educação de qualidade, de modo a conceber a escola como uma comunidade de afetos.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2280
Appears in Collections:PPGE - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_5232_LARISSA FERREIRA RODRIGUES.pdf22.65 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.