Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2297
Title: Educação Especial e Currículo Escolar: possibilidades nas práticas pedagógicas cotidianas
metadata.dc.creator: EFFGEN, A. P. S.
Keywords: Formação continuada;Trabalho colaborativo
Issue Date: 21-Nov-2011
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: EFFGEN, A. P. S., Educação Especial e Currículo Escolar: possibilidades nas práticas pedagógicas cotidianas
Abstract: Este estudo busca investigar as possibilidades de articulação entre o currículo escolar e a escolarização de alunos com deficiência e transtornos globais do desenvolvimento em processos de inclusão escolar nos anos iniciais do ensino fundamental. Para tanto, utiliza três frentes de trabalho, não lineares, que se complementaram, ou seja, observação do cotidiano escolar, instituição de espaçostempos de formação continuada e instituição de ações colaborativas para implementação de práticas pedagógicas para acesso ao currículo comum. O estudo foi desenvolvido em uma turma de 4ª série do ensino fundamental, envolvendo a professora regente, duas professoras de Educação Especial em atuação na sala de recursos multifuncionais e os professores de Artes, Educação Física e Ensino Religioso, além do corpo discente, ganhando destaque dois sujeitos-foco, uma estudante com síndrome de Down e outro com deficiência física e em processo de diagnóstico para deficiência intelectual. Como aporte metodológico, adota a pesquisa-ação colaborativo-crítica e, como instrumentos de coleta de dados, a observação, registrada em diário de campo, e a realização de entrevistas semiestruturadas. No que tange à pesquisa-ação, assume a abordagem da pesquisa-formação. Como forma de fundamentar as questões que emergiram do processo de investigação, busca interlocuções possíveis com as produções de Sacristán, Meirieu e Nóvoa, além das teorizações de pesquisadores da área da Educação Especial. Como resultados, entende a formação continuada como uma ação que, se satisfeita, pode apontar novas possibilidades de trabalho pedagógico com os alunos indicados à Educação Especial na escola de ensino comum, pistas para se garantir acesso ao currículo comum a esses estudantes, pela via da implementação de práticas pedagógicas inclusivas e reflexões sobre a articulação do atendimento educacional especializado com a sala de aula de ensino comum. Nessa perspectiva, é indispensável que a escola, pela via da formação continuada, compreenda a complexidade em que o atendimento educacional especializado está inserido bem como os desafios que são colocados à escola na tarefa de ensinar todos os alunos. O processo vivido por meio de práticas pedagógicas diferenciadas mostrou que todos os alunos podem ter acesso ao conhecimento, ou seja, ao currículo comum, se as práticas pedagógicas forem pensadas considerando o currículo vivido como potencializador de novas ações e de táticas. Isso ocorreu pela via de um projeto educativo como possibilidade de aprendizagem de todos os alunos. Assim, o estudo aponta para a necessidade de instituição do currículo escolar em interface com as necessidades de aprendizagem trazidas pelos alunos para o âmbito escolar, a assunção da pessoa com deficiência como um sujeito que aprende, a articulação dos trabalhos desencadeados em sala de aula em diálogo com o apoio especializado, a incorporação dos trabalhos da Educação Especial na proposta pedagógica da escola e de investimentos na formação dos educadores, para que eles tenham melhores condições de lidar com a diferença humana em sala de aula.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2297
Appears in Collections:PPGE - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_5671_.pdf1.57 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.