Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2308
Title: Educação em tempo integral no muynicípio de Vitória: a experiência do Brincarte.
metadata.dc.creator: SANTOS, M. A. R. C.
Keywords: Educação em Tempo Integral;Brincartes;Terceiro Setor
Issue Date: 5-Apr-2012
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: SANTOS, M. A. R. C., Educação em tempo integral no muynicípio de Vitória: a experiência do Brincarte.
Abstract: Esta pesquisa tem como objetivo investigar as implicações da gestão do Programa da Educação em Tempo Integral na educação infantil do município de Vitória, tendo como foco a relação estabelecida entre a esfera pública e o Terceiro setor, com destaque para a análise das práticas instituídas na gestão do Núcleo Brincarte, no bairro Resistência. A investigação baseia-se principalmente nas reflexões de Cavaliere (2010, 2009, 2002); Coelho (2002, 2008, 2009); Maurício (2009, 2006, 2002) e Montaño (1999, 2005). Para alcançar tal objetivo, buscamos compreender os dilemas e desafios que se apresentaram na efetivação dessa política, sobretudo na relação de parceria com as ONGs. A descentralização administrativa e a transferência de responsabilidades comprometem a oferta desse atendimento não condizente com a realidade da educação infantil no município de Vitória, tornando os serviços precários e evidenciando suas fragilidades. O caminho metodológico percorrido é um estudo de caso a partir de uma pesquisa qualitativa, sendo utilizados a observação participante, o diário de campo, a análise de documentos e a entrevista semiestruturada. As contradições e ambivalências em torno da implementação desse Programa evidenciam, em um mesmo governo, os diferentes significados que a Educação em Tempo Integral vai incorporando no conjunto das ações e consolidação dessa política. A pesquisa nos possibilita verificar que, quando a esfera pública assume a gestão desse espaço público, instaura-se um movimento caracterizado com o propósito de ressignificar a ação, tendo como desafio a reconfiguração do Programa, sobretudo na sua articulação com a educação infantil, não sendo desatrelada desse contexto. Portanto, essa experiência tem se constituído nas suas dificuldades e limitações, provocando novas possibilidades para a efetivação de uma política pública articulada na lógica da garantia e fortalecimento do direito para a Educação em Tempo Integral.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2308
Appears in Collections:PPGE - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_5979_MARIA APARECIDA RODRIGUES DA COSTA SANTOS.pdf1.03 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.