Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2352
Title: O discurso da nova escola: procedimentos e valores
metadata.dc.creator: CASTRO, J. C.
Keywords: Revista Nova Escola;Editora Abril;Fundação Victor Civita
Issue Date: 26-Mar-2013
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: CASTRO, J. C., O discurso da nova escola: procedimentos e valores
Abstract: Este trabalho examina a construção do discurso pedagógico na revista Nova Escola, os procedimentos discursivos utilizados nessa construção, e o quadro de valores no qual esses discursos se inserem. Para tanto, toma como corpus principal de análise as edições do quadriênio 1997-1998 e 2011-2012. Com ênfase para a análise dos editoriais, das capas e das publicidades veiculadas por Nova Escola, investiga os efeitos de sentido que esses textos produzem a partir de sua construção discursiva. Utiliza a semiótica francesa e o seu modelo de análise da significação proposto por A. J. Greimas, juntamente com a semiótica visual, com as contribuições de J.-M. Floch, para descrição e análise dos textos verbo-visuais. Objetiva, ainda, traçar um panorama do surgimento das revistas e sua similaridade com o gênero jornal; localizar o surgimento das publicações pedagógicas brasileiras; investigar o surgimento e a consolidação da Editora Abril como expressiva empresa de comunicação; examinar a criação da Fundação Victor Civita e, por fim, investigar o simulacro de professor reiterado e fortalecido pelo discurso de Nova Escola. A análise realizada indica o reforço a um simulacro que vê a docência, principalmente a dos anos iniciais de escolaridade, como vocação e missão, sobrelevando a dimensão instrumental em detrimento da conceitual. As questões de gênero também são importantes, sobretudo pelo fato do simulacro da mulherprofessora ser reiterado continuamente no discurso da mídia em questão. Em termos de procedimentos discursivos, o jogo entre objetividade e subjetividade, reforça tanto o discurso científico, quanto a relação de aproximação que a revista instaura com o seu leitor. Verificase, pois, a ausência de qualquer lexema que trate das questões associativas e sindicais tendo em vista a profissão docente. A reiteração do vermelho, no que se refere aos aspectos plásticos, e da feição passional dos textos dão a tônica do discurso verbo-visual de Nova Escola, intrinsecamente ligado ao reforço da relação amor-dedicação-educação.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2352
Appears in Collections:PPGE - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_6543_Juliana Contti Castro.pdf16.44 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.