Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2394
Title: A CONSTITUIÇÃO DA EDUCAÇÃO INFANTIL NO MUNICÍPIO DE ARACRUZ-ES: PERMANÊNCIAS E DESCONTINUIDADES.
metadata.dc.creator: LOMBA, M. L. R.
Keywords: História da instituição;Proposta Pedagógica
Issue Date: 19-Jul-2013
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: LOMBA, M. L. R., A CONSTITUIÇÃO DA EDUCAÇÃO INFANTIL NO MUNICÍPIO DE ARACRUZ-ES: PERMANÊNCIAS E DESCONTINUIDADES.
Abstract: Este trabalho investiga o processo de criação do Jardim de Infância Epifânio Pontin em busca de compreender a constituição da Educação Infantil no Município de Aracruz, Estado do Espírito Santo, Brasil. Caminha em busca da configuração das diretrizes curriculares e das práticas pedagógicas que permearam a criação do primeiro Jardim de Infância municipal e sua transição para o Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI), no período de 1969 a 2009. O corpus documental constitui-se de: propostas pedagógicas do município e do CMEI; ficha de avaliação das crianças; históricos das instituições municipais de Educação Infantil; livros atas de reuniões do CMEI; agendas da turma das professoras; vídeos; caderno de anotações de uma professora; convite de formatura; fotografias; pautas de estudos; correspondência; recortes de jornais locais; questionário e entrevistas. Fundamentado nas proposições de Bloch (2001) e Ginzburg (1989, 2002, 2006, 2007), são estabelecidas aproximações com a pesquisa histórica no processo de análise da documentação e relações passado/presente. Em busca de visibilizar pontos de conflito, tensões e relações de forças que permeiam a produção das fontes, compreendendo-as como pistas, vestígios, marcas e sinais a serem lidos em sua complexidade. Dialoga com Simões (2006, 2011) e Faria Filho (1998) quanto à importância do estudo do passado para o entendimento do percurso da docência na cena brasileira. Pautase em Kuhlmann Jr. (1998, 2000, 2001, 2005, 2010); Del Priori (2010); Kramer (1994, 1995, 2003, 2006, 2011); Hoffmann (2006) e Silva (2007, 2008) para pensar questões relacionadas à Educação Infantil, no que se refere: à história, políticas e concepções que influenciaram as propostas desenvolvidas nas instituições brasileiras; desafios relativos à construção de conhecimentos; formação continuada dos/as professores/as; avaliação das crianças e listas de espera por vagas nas instituições. Considera que o processo é permeado por continuidades e descontinuidades. Como permanência, encontra-se a extensa lista de espera por vagas nas instituições municipais, bem como, a precariedade, inadequação e o improviso dos espaços físicos destinados à esta primeira etapa da educação básica. As descontinuidades referem-se à intensificação dos processos de formação continuada dos/as professores/as; às tentativas de rompimento com as atividades pedagógicas norteadas por datas comemorativas ou temas; ao processo de avaliação das crianças e à busca pela construção de uma nova proposta pedagógica municipal para a Educação Infantil.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2394
Appears in Collections:PPGE - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_7248_DISSERTAÇÃO - M. LÚCIA DE R. LOMBA 2013.pdf66.16 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.