Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2414
Title: Ser pomerana: histórias que desvelam a memória, a experiência e os sentidos de ser professora.
metadata.dc.creator: COSMO, M.
Keywords: Subjetividade;Ser Pomerana;História de Vida;Existência
Issue Date: 26-Mar-2014
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: COSMO, M., Ser pomerana: histórias que desvelam a memória, a experiência e os sentidos de ser professora.
Abstract: A presente investigação analisa as subjetividades de uma professora descendente de pomeranos que trabalha no município de Domingos Martins-ES, buscando desvelar os sentidos que perpassam sua existência sendo pomerana. Domingos Martins foi o campo de pesquisa escolhido por ter recebido inúmeros imigrantes pomeranos há mais de 150 anos e neste município esses imigrantes mantêm vivas, até os dias atuais, a cultura, a língua e as tradições dos seus antepassados. Ancorada na metodologia de inspiração fenomenológica, pretendemos descrever, fenomenologicamente e existencialmente, as percepções e sentidos acerca de ser pomerana. O objetivo principal desta pesquisa foi chegar à contemplação das essências, isto é, ao conteúdo inteligível e ao ideal dos fenômenos, buscando interpretar o mundo do sujeito através da consciência e das subjetividades dele, formuladas com base em suas experiências vividas-sentidas-lembradas. De cunho qualitativo, na coleta dos dados utilizou-se uma entrevista aberta cooptando as informações a partir da história oral de vida da professora. Relaciona e problematiza a importância do respeito aos povos tradicionais pomeranos e o fortalecimento das línguas alóctones por considerá-las extintas em seu lugar de origem. Na realização deste estudo, buscamos em diversos autores e conceitos a fundamentação teórica que nos auxiliou na condução do caminho trilhado rumo à compreensão do sentido e das subjetividades de ser pomerana. Neste percurso adotamos como referencial teórico básico a inspiração nos fundamentos da psicologia fenomenológica existencial (Forghieri, 2012), à luz dos quais nos apropriamos para desvelar os sentidos e as experiências vividas-sentidas-lembradas pela professora, no que diz respeito ao seu cotidiano, nos encontros de formação continuada, nas suas vivências diárias. Buscando captar melhor os sentidos-de-ser do sujeito, ancoramos esta pesquisa nos referenciais bibliográficos de Paulo Freire, nas concepções e abordagens sobre conceito de Ser Humano; Mundo; o Ser no Mundo; o Ser Inacabado; Subjetividade; Transcendência; Ser Mais; Existencialismo e Cultura. Buscamos (des)cobrir, (des)velar e (com)preender como esses conceitos estiveram presentes na vida do sujeito e que sentidos foram produzidos a partir deles ao narrar sua história de vida. As obras de Paulo Freire foram fontes fecundas na mobilização de lutas dos oprimidos, dos excluídos, das classes minoritárias, como por exemplo dos povos tradicionais pomeranos. Por meio dessa investigação tornou-se possível adentrar na trajetória histórica do sujeito e compreender a dinâmica das relações que se estabeleceu ao longo de sua vida, bem como compreender o conjunto de significações que atribui à sua existência.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2414
Appears in Collections:PPGE - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_7572_MARCIANE COSMO.pdf10.28 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.