Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2788
Title: Mobilização, Articulação e Entrega das Competências aos Processos de Trabalho: um Estudo na Indústria do Aço.
metadata.dc.creator: Santolin, Maristela Cóla
Keywords: Competência;saberes;processos de trabalho;taylorismo
Issue Date: 27-Mar-2006
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Abstract: A presente dissertação de mestrado discute as mudanças nos processos de trabalho, desde o sistema de produção familiar até o sistema toyotista como meio de contextualizar a abordagem sobre competências. Este é um dos importantes temas no universo acadêmico da administração e também do ambiente empresarial. Muito se pesquisou sobre ele e em geral as análises destacam que a apropriação do conceito está longe de ser marcada por uma unanimidade, ao contrário, é de grande complexidade e heterogeneidade. Sem a pretensão de esgotar o assunto, mas a fim de contribuir com novas referências para o debate, o propósito deste texto é investigar como ocorrem as mobilizações, articulações e entregas das competências individuais aos processos de trabalho. Trata-se de um estudo de caso, com abordagem qualitativa, cujo universo de pesquisa foram trabalhadores escolhidos de forma intencional na área funcional chamada de lingotamento contínuo de uma grande empresa do ramo siderúrgico, a CST, localizada em Vitória no estado do Espírito Santo. Para a fundamentação conceitual foi necessário um breve olhar para o desenvolvimento do termo competência e para o surgimento de um modelo da competência e uma releitura teórica do modelo japonês de produção, do taylorismo e do fordismo como paradigmas dos sistemas de produção. Foi necessária também, durante a pesquisa de campo, uma caracterização do modo de operação do setor pesquisado, bem como a identificação das competências requeridas pelas políticas formais de gestão de recursos humanos, a descrição das competências mobilizadas pelo conjunto de trabalhadores sobre o ponto de vista dos gestores e a investigação sobre a compreensão por parte dos trabalhadores acerca da mobilização, articulação e uso de suas competências. Os principais resultados deste estudo revelam a mobilização, articulação e entrega de várias competências, entendidas como saberes, sempre de maneira muito particular de acordo com a disponibilidade dos recursos pessoais e dos recursos do meio, o que caracteriza o caráter subjetivo do tema em questão. Palavras chaves: Competência, saberes, processos de trabalho, taylorismo, fordismo, toyotismo.
The present dissertation discusses the changes in the work processes from the family production system to the Toyotist system as a means of contextualizing the approach to competences. This is an important subject in the academic universe of administration as well as in the business environment. There has been a lot of research into this matter and, in general, the analyses highlight the fact that the appropriation of this concept is far from being unanimous. Quite the opposite, it is of great complexity and heterogeneity. Far from intending to exhaust the subject, but with the objective of contributing with new references to the debate, the aim of this text is to investigate how the mobilizations, articulations and deliveries of individual competences occur. This is a case study of qualitative approach to which workers from the functional area known as continuous casting were intentionally chosen as the universe of research which took place in a major steel plant, CST, located in Vitória, capital city of the state of Espírito Santo, Brazil. To draw a conceptual fundamental, it was necessary to briefly look at the development of the term “competence” and at the advent of a competence pattern as well as a theoretical rereading of the Japanese pattern of production, Taylorism and Fordism as paradigms of production systems. As field research took place, there was the need for a characterization of the modus operandi of the sector researched as well as the identification of the competences required by the formal policies of human resources management, the description of the competences mobilized by the group of workers in the point of view of the managers and the investigation into the understanding from the workers about mobilization, articulation and use of their competences. The main results of this study reveal the mobilization, articulation and delivery of many competences, referred to as “knowledges”, always in a very personal way subject to the availability of personal and environment resources - what accounts for the subjective character of the theme discussed here.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2788
Appears in Collections:PPGADM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_202_.pdf976.25 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.