Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2799
Title: As contribuições da economia de comunhão para o estudo da influência de valores no ambiente organizacional
metadata.dc.creator: Villena, Daniele Jannotti Soares
Keywords: Economia de Comunhão;Valores;Cultura do dar;Homem Novo
Issue Date: 17-Feb-2006
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Abstract: Esta pesquisa teve como objetivo verificar se os princípios de gestão da Economia de Comunhão, caracterizada por aspectos solidários, humanos e religiosos, são evidenciados na dinâmica de uma organização que adere a esta proposta. Para isso fez-se imprescindível levantar informações sobre este modelo, pouco conhecido no meio acadêmico. O método utilizado para a pesquisa baseou-se na abordagem qualitativa, com ênfase no estudo de caso da empresa FEMAQ S.A., recorrendo-se à entrevista semi-estruturada, à observação e ao levantamento documental como técnicas de coleta dos dados. Para que o objetivo fosse alcançado, no primeiro momento foram diferenciados os conceitos da Economia de Comunhão e Economia Solidária, dado a confusão que por vezes tem ocorrido entre estes dois conceitos que subsidiam diferentes modelos. Em seguida foram abordados os conceitos teóricos fundamentais, sobre os quais a pesquisa foi desenvolvida: valores, valores organizacionais, filosofia (de vida), solidariedade, caráter e dádiva. Na terceira parte foram enfatizados os aspectos da Economia de Comunhão, sua origem, discurso e repercussão. Concluiu-se que as diversas evidências encontradas na empresa estudada, como relacionamento mais humanizado, confiança, ambiente familiar, possibilidade de ser humano (não perfeito) e outros permitem classificá-la no estilo de gestão inerente ao modelo da Economia de Comunhão.
This summary has the objective to check if the main principles of Economy of Sharing Management, which has its most important aspects in solidarity, human and even religious areas, is highlighted by the dynamic reality of an organization which follows this proposal. Therefore we got data about this model still not well known in the academic area. The method used for the research had a qualitative approach emphasizing in the company FEMAQ S.A., using a semi-structured interview technique, observation and document analysis as our sources for data collection. To reach this objective, at first we had to define the difference between the concepts of Solidarity Economy and Economy of Sharing , due to some confusion that has been sometimes been happening between these two models. Afterwards we covered some theoretical basic concepts, about the research developed such as: values, organizational values, philosophy (life), solidarity, character and gift. In a third part we emphasized the aspects of the origin, discourse and repercussion of Economy of Sharing. We came to the conclusion that evidence found in this research, such as a more human relationship, trust, family environment, possibility of the being human (not perfect) and others seem to qualify this company in this style of management, which is characteristic of Economy of Sharing.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2799
Appears in Collections:PPGADM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_217_.pdf693.69 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.