Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2834
Title: Transitoriedade inflamável : sentidos subjetivos da participação no trabalho no Posto de Combustível Vila Velha
metadata.dc.creator: André, Ingrid Dias Barreto
Keywords: Participação no Trabalho;Subjetividade;Postos de Serviço
Issue Date: 19-May-2011
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Abstract: O presente estudo aborda o tema participação no trabalho no âmbito da Administração Privada. O conceito de participação adotado envolve as decisões que se referem ao plano de alcance da missão e dos objetivos coletivos da organização, seja empresarial ou não (LEITE, 2000). A pesquisa tem como objetivo compreender os sentidos subjetivos da participação no trabalho dos gestores e frentistas do Posto de Combustível Vila Velha e para tal, se propõe descrever o trabalho de cada sujeito envolvido na pesquisa e identificar os mecanismos promotores e inibidores da participação no trabalho no ambiente do posto. Como referencial teórico, o trabalho teve como base a literatura sobre participação no trabalho e a Teoria da Subjetividade sob o enfoque histórico-cultural proposto por González Rey (2003). Os sujeitos pesquisados são: o proprietário do posto, o gerente encarregado do pessoal da pista, a consultora que treina e acompanha o trabalho dos frentistas e três frentistas. O levantamento dos dados ocorreu entre os meses de julho de 2010 a março de 2011, onde a pesquisadora se inseriu no universo dos sujeitos uma vez por semana aproximadamente. Os instrumentos utilizados foram a observação, as conversações e o completamento de frases. Como resultado, percebeu-se que o ambiente do Posto Vila Velha é uma rica fonte produtora de subjetividades, uma vez que além de passarem 12 horas em cada dia de trabalho, essa atividade agrega simultaneamente desejos pessoais, financeiros, profissionais, religiosos, motivações, aspirações e necessidades psicológicas que também integra a história passada de cada sujeito. Percebeu-se também que os principais problemas encontrados no Posto Vila Velha, a rotatividade e a desvalorização do empregado, por exemplo, tem como principal causa a gestão praticada pelo seu diretor. Logo, a opção por uma gestão participativa talvez pudesse resolver parte dos problemas encontrados hoje nesse ambiente, possibilitando uma maior aproximação entre os desejos e anseios do diretor do posto e dos demais empregados. A mudança nas práticas de gestão também poderia possibilitar mais valorização e respeito pelos empregados, mais apego, mais certeza e satisfação dos profissionais sobre a função e o local onde atuam profissionalmente e conseqüente menor rotatividade e sentimento de transitoriedade inflamável que parece definir o trabalho dos profissionais que atuam no Posto Vila Velha.
This paper addresses the topic work participation under the Private Administration. The concept of participation adopted involves decisions that relate to the plan to achieve the mission and the collective goals of the organization, whether corporate or not (LEITE, 2000). The research aims to identify, analyze and understand the subjective sense of participation in the work of managers and attendants of the Gas Station Vila Velha and for such, purports to describe the work of each subject involved in research and identify the mechanisms promoters and inhibitors participation in the work environment in the post. The theoretical work was based on some modern works on work participation and the Theory of Subjectivity in the historical-cultural perspective proposed by González Rey (2003). The subjects studied are: the owner of the station, the manager in charge of personnel of the runway, a consulting firm that trains and monitors the work of the attendants and three attendants. Data collection occurred between July 2010 and March 2011, where the researcher was inserted in the subjects once a week or so. The instruments used were participant observation, conversations and completing sentences. As a result, it was noticed that the atmosphere of Old Town Tour is a rich source producing subjectivities, as well as spending 12 hours in each working day, this activity combines both personal desires, financial, professional, religious, motivations, aspirations and psychological needs which also includes the past history of each subject. It was also felt that the main problems found in the Old Town Tour, turnover and the devaluation of the employee, for example, is to question the management practiced by its director. Therefore, the choice of a participatory management could perhaps solve some of the problems encountered today in this environment, enabling a closer relationship between the desires and wishes of the director's office and other employees. The change in management practices could also allow more appreciation and respect for employees, more clinging, more confident and professional satisfaction about the role and place where they act professionally and consequently lower turnover and feeling of “transience flammable” that seems to define the work of tour professionals who work in Vila Velha Gas Station. Keywords: Work Participation; Subjectivity; Service Centers.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2834
Appears in Collections:PPGADM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_4076_.pdf721.13 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.