Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2839
Title: Ética católica e cultura do trabalho : uma reflexão sobre a imigração italiana no Estado do Espírito Santo
metadata.dc.creator: Pereira, Flavia Salles Nunes
Keywords: Imigração italiana;Política de imigração;Pastoral do Imigrante;Imaginário da cultura do trabalho
Issue Date: 22-Aug-2011
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Abstract: O objetivo central desta pesquisa foi compreender o papel desempenhado pela Igreja Católica na determinação de uma política imigratória para o Brasil e na elaboração do modelo de imigrante ideal que poderia ser instrumentalizado para ampliar e consolidar a religião, tentando entender porque o eleito para tais quesitos foi o imigrante católico italiano. Buscou-se dessa forma aprofundar o estudo sobre o período de transição da mão-de-obra escrava pela livre e como se deu o processo de formação de uma cultura do trabalho específica, associada aos imigrantes italianos e seus descendentes. Os procedimentos metodológicos utilizados foram: pesquisa bibliográfica e pesquisa descritiva. Bibliográfica, pois se buscou explicar o objetivo central da pesquisa por meio de referências teóricas diversas, procurando conhecer e analisar as contribuições culturais e científicas sobre a temática imigração italiana e sua relação com a religião católica. E descritiva, pois se pretendeu descrever as características e relações existentes entre a temática de estudo e uma realidade específica, no caso a dos imigrantes italianos católicos no Estado do espírito Santo, visando identificar as representações sociais e o perfil do grupo. Compreendeu-se que os propósitos políticos de povoamento e de formação do mercado de trabalho, estavam cimentados por outra questão: a intenção da manutenção da ascendência da Igreja católica sobre a maioria populacional do País, e assim também, da manutenção de sua influência junto à oligarquia. Também constatou-se que a imigração estrangeira para o Brasil e especificamente para o Espírito Santo, estava apoiada simbolicamente na possibilidade de ascensão do trabalhador à condição de proprietário da terra. Pois, o sistema de escravismo causou um descompasso entre a reprodução da força de trabalho e a expansão do sistema econômico que conduziu ao estrangulamento da economia colonial exigindo a criação de um mercado de trabalho que atendesse aos interesses capitalistas em desenvolvimento. O imigrante foi assim, o agente humano da realização da ideologia da transformação do trabalhador em proprietário e “moldado” nesse processo, pela atuação da Igreja católica com fundamentos ultramontanos.
The main purpose of this research is to comprehend the role played by Catholic Church in the determination of an immigration policy to Brazil and the role in the development of an ideal immigrant model that could be manipulated to expand and consolidate the religion, trying to understand the reason why the Catholic Italian immigrant was chosen in this context. Therefore, this work sought to deepen the study on the transition period from slave to free labor as well as the way how the process of a specific work culture formation took part, associated to the Italian immigrants and their descendants. The methodological procedures used were: bibliographic and descriptive research. Bibliographic, once sought to explain the main objective of the research through several theoretical frameworks, trying to understand and analyze the scientific and cultural contributions concerning the Italian immigration and its relation with Catholic religion. Descriptive, once it was intended to describe the characteristics and connections between the topic of this study and a specific reality, such as the case of the Italian Catholic immigrants in Espírito Santo, in order to identify the social representations and the group profile. It was understood that the political purposes of settlement and formation of labor market were built by another issue: the intention of maintaining the ascendancy of the Catholic Church on the majority of the country population, as well as the maintaining of its influence on the oligarchy. The research also found that the foreign immigration to Brazil and specific to Espírito Santo, was symbolically supported on the possibility of rising the worker to the condition of land owner, since the slavery system caused a mismatch between the reproduction of labor work and the expansion of the economic system that led to the strangulation of the colonial economy, requiring the creation of a labor market that served to the developed capitalists interests. The immigrant was so, the human agent performing the transformation of the worker ideology into the owner framed in this process by the Catholic Church and its ultraframed fundaments.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2839
Appears in Collections:PPGADM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_4134_.pdf1.21 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.