Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2853
Title: Os usos do salão de beleza: para além do consumo de estética ou sobre possibilidades de invenção de si
metadata.dc.creator: Pupa, Iorrana Fioreti De Menezes
Keywords: Certeau, Michel de, 1925-1986;Sociedade de consumo;Cuidados com a beleza;Estética;Institutos de beleza
Issue Date: 13-Jun-2012
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Abstract: O consumo tem sido considerado um elemento central para o entendimento da sociedade contemporânea. Frente a esse fato muitos estudos têm sido feitos sobre o tema em diversas perspectivas. Esse trabalho se propõe a apresentar algumas das abordagens acerca do consumo. Dentre elas, aquelas que compreendem o consumo com algo ligado ao processo produtivo, que a partir da revolução industrial, teria dado início a sociedade de consumo. Nesse sentido, encontram-se os autores de base frankfourtianas. Outra perspectiva vê o consumo como uma atividade social, como apontam os estudos antropológicos sobre o consumo. Entretanto, é em Michel de Certeau que esse trabalho irá buscar suas bases teóricas, na medida em que pretende encarar o consumo não como uma atividade ligada ao consumismo exagerado de bens, ou ao desgaste, mas sim como algo ligado a produção criativa. Na perspectiva certeauniana, o consumo seria um uso criativo que os sujeitos praticantes fazem daquilo que lhes é ofertado, a partir de estratégias e táticas praticadas nos/dos/com os cotidianos. Sendo assim, os consumidores não são de forma alguma alienados ou manipulados pelos meios de produção, mas sim sujeitos criativos capazes de subverter o que é estabelecido pelas estratégias que determinam os próprios. Nesse projeto pretende-se compreender O que se constitui como próprio do sujeito praticante consumidor na/da Praia do Canto para os comerciantes locais e clientes? A partir dessa determinação pretende-se dentre outras coisas compreender e identificar as formas criativas que são praticadas no dia-dia do bairro Praia do Canto em Vitória-ES, como forma de escape ao que é instituído.
In the contemporaneous context, the act of consuming has been a subject of great interest by researchers from different areas. It has been approached from diversified perspectives, based on production process or social argument. This research, originated from Certeau‟s (2008, 2009, 1995, 1982, 2011) studies, is an attempt to understand the act of consuming as a creative “use”, taking into consideration the power of ordinary practices proper of people who perform everyday events. The practices artistic nature would confer to the act of consuming an inventive and political dimension. This way, this research concentrates on consumptions/uses that are performed at a beauty parlour in a high medium social class neighborhood in Vitória – ES. The objective is to negotiate wider senses, related to the notion of esthetics consumption, than those stereotyped ideas which associate beauty consumption to superfluous and frivolous actions. The inform data production indicates a diverse range of possible “uses” of the beauty parlour, which strengthens different ways of existence, based on taking care of oneself, including body and health issues; on the ethical relationships guided by esthetics dimension and possibilities of assuming “minor” esthetics with vanishing lines, allowing to produce different meanings associated to consumption. Keywords: 1. Certeau, Michel de, 1925-1986. 2. Consumer society. 3. Beauty care. 4. Aesthetic. 5. Beauty parlors.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2853
Appears in Collections:PPGADM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_5168_.pdf2.71 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.