Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2860
Title: Construção e manutenção das relações de confiança na rede de comércio exterior: um estudo de caso sobre as empresas prestadoras de serviços do município de Vitória (ES)
metadata.dc.creator: Zoghbi, Joseane de Fátima Geraldo
Keywords: rede de organizações;organizações;comércio exterior
Issue Date: 29-May-2008
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Abstract: O objetivo geral da pesquisa foi analisar como a confiança é construída e mantida na rede de empresas prestadoras de serviços do setor de comércio exterior, localizadas no município de Vitória-ES. A maioria dos estudos sobre relacionamentos interorganizacionais tem como objeto de estudo empresas industriais, sendo dada pouca ênfase no âmbito do setor de serviços. Além disso, considera-se a importância crescente do setor na economia brasileira, o que justifica nosso objeto de estudo ser empresas prestadoras de serviços. O contexto de pesquisa foi o de comércio exterior e foi escolhido por sua relevância social, econômica e política. Devido à reestruturação produtiva, ocorrida nas organizações, na qual considera-se maior ênfase nos relacionamentos cooperativos e não apenas competitivos, surgiu a necessidade de se pesquisar como a confiança é construída e mantida nesses relacionamentos. Nesse sentido a pesquisa delineou-se em torno dos fatores que podem influenciar a confiança nos relacionamentos interorganizacionais ao longo do tempo, como reputação, comprometimento, comunicação e resolução de conflitos e levando em consideração as fases como desenvolvimento e manutenção da confiança na rede. Tendo como base a revisão da literatura, foi elaborado e testado um roteiro de entrevista contemplando assuntos relacionados à confiança nos relacionamento. A fim de obter os dados, a pesquisa empírica foi realizada a partir da escolha das empresas focais empresas filiadas ao Sindicato de Comércio Exterior do Espírito Santo (SINDIEX). A escolha das empresas teve como restrição a necessidade de estarem sediadas em Vitória-ES. O tempo e a freqüência de relacionamento com a empresa focal foram os critérios para a escolha das empresas a serem entrevistadas, uma vez que entende-se que para o desenvolvimento e a manutenção das relações de confiança na rede supõe relacionamentos mais longos e freqüentes. Na pesquisa empírica foram realizadas dez entrevistas semi-estruturadas com gestores e diretores das empresas, sendo sete empresas focais importadora/exportadora e três prestadoras de serviços despachantes. Os dados foram tratados por meio da análise de conteúdo e analisados em torno de temas como reputação, comprometimento, comunicação e resolução de conflitos. Os resultados empíricos comprovam que os fatores destacados no referencial teórico, como reputação, comprometimento, comunicação e resolução de conflitos são essenciais em todas as fases do relacionamento, tanto na formação quanto no desenvolvimento e na manutenção da confiança. Frente à fase de formação da parceria, a pesquisa empírica mostrou que o primeiro contato, entre as empresas que buscam parceria, ocorre por meio da reputação que a empresa indicada tem no mercado, ou seja, o contato entre as empresas de comércio exterior se dá através da indicação. A pesquisa também refletiu o fato da confiança ser construída na vivência do dia-a-dia e do histórico de comportamento positivos ou negativos que uma empresa teve em relação as mais adversas situações. Em relação à comunicação, pois mostrou que, a comunicação transparente, de qualidade e sigilosa favorecem tanto na resolução dos conflitos quanto na manutenção da confiança. Além disso, o modo como os conflitos são resolvidos impacta na confiança despendida entre as empresas
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2860
Appears in Collections:PPGADM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_577_.pdf627.89 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.