Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2893
Title: Tecituras da Rede de Atenção à Criança e à Adolescência no Município de Vitória (es): uma Análise das Linhas Que Compõem o Programa de Educação em Tempo Integral.
metadata.dc.creator: GUIDONI, J. P.
Issue Date: 15-Apr-2011
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: GUIDONI, J. P., Tecituras da Rede de Atenção à Criança e à Adolescência no Município de Vitória (es): uma Análise das Linhas Que Compõem o Programa de Educação em Tempo Integral.
Abstract: Resumo Esta dissertação propõe-se a estudar as práticas engendradas no Programa de Educação em Tempo Integral (PETI), implantado nas escolas de Ensino Fundamental do município de Vitória (ES), destinado a crianças e adolescentes em situação de risco social e pessoal. Envolvendo políticas governamentais no âmbito da educação, da assistência social e da segurança urbana, o Programa tem o objetivo de oferecer atividades extracurriculares aos alunos da rede pública de ensino, fazendo com que eles preencham seu tempo ocioso com atividades que contribuirão para sua formação educacional. Recorrendo principalmente ao conceito de risco e ao pensamento de Michel Foucault, este estudo buscou analisar os efeitos do PETI, colocando em evidência as funções políticas operadas pelas práticas presentes em seu interior e que nos atravessam cotidianamente. As análises basearam-se na vivência institucional do pesquisador por um período de aproximadamente três anos no Programa, durante o qual foram registrados em diário de campo todas as experiências, impressões, falas, depoimentos espontâneos, acontecimentos, etc. Importante ferramenta para a problematização foi o conceito de análise de implicação, que nos permitiu analisar os efeitos que nossas práticas exercem no cotidiano, ao invés individualizarmos ou culpabilizarmos determinado sujeito ou programa por uma determinada prática. Como resultado das análises apresenta-se a ideia de risco social como condição das famílias pobres e como critério de identificação de crianças indisciplinadas e com desvio de conduta. Nossas análises apontam para o fato de que a delimitação de uma clientela específica, a partir de uma seleção baseada em fatores independentes, tem funcionado como disparadora de práticas de vigilância e controle que acabam por produzir o risco como identidade das crianças e famílias atendidas. Desse modo, consideramos que o PETI funciona atualizando práticas enredadas na hierarquização dos sujeitos, no controle e na vigilância, atuando no sentido de prevenir e proteger as crianças e os adolescentes de suas próprias virtualidades, por compreendê-las como um risco à sociedade.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2893
Appears in Collections:PPGPSI - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_4877_João Paulo.pdf1.82 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.