Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2894
Title: Paradoxos do Motor: uma Esquizoanálise da Atividade dos Motoristas de Ônibus do Transporte Coletivo Urbano da Grande Vitória - Es
metadata.dc.creator: ZAMBONI, J.
Issue Date: 25-Aug-2011
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: ZAMBONI, J., Paradoxos do Motor: uma Esquizoanálise da Atividade dos Motoristas de Ônibus do Transporte Coletivo Urbano da Grande Vitória - Es
Abstract: Paradoxos do motor: uma esquizoanálise da atividade dos motoristas de ônibus do transporte coletivo urbano da Grande Vitória - ES Essa dissertação compõe de 13 artigos, ou itinirerários que convidamos o leitor a percorrer para conhecer o trabalho do motorista de ônibus. Cada um dos artigos aborda aspectos da pesquisa intervenção que desenvolvemos com os motoristas. Em "Passagens", desenvolvemos o paradoxo do motorista como primeiro passageiro; e, ainda, assumimos tambpem a posição de passageiro para trabalhar como psicólogo institucional. A seguir, em "Pular a roleta", as conflitualidades emergentes entre os processos de luta por transporte coletivo urbano entre passageiros e rodoviários. Após, nos voltamos à "Ética e desejo no motor" onde abordamos o problema da ética em nossa abordagem e construção do campo de pesquisa com os motoristas. Em "Análise da atividade por conversações" discutimos os conceitos de clínica, análise e conversação a partir dos meios que inventamos para produzir intervenções nos modos de trabalhar do motorista. Em seguida, discutimos "A atividade do motorista de ônibus" como o problema central e destacamos aspectos que pudemos colocar em cena desenvolvendo as análises cotidianas do trabalho. Em "Corporatividade" buscamos discutir a dimensão coletiva do trabalho do motorista, desfocando do sentido corporativo estabelecido para pensar um corpo ético de trabalho. "Micropolítica da atividade" inicia uma série de artigos que procuram desenvolver as consequências teóricas de nosso trabalho com os motoristas de modo a promover modulações conceituais e técnicas, a partir do conceito de atividade, central em nosso trabalho. "Esquizoanálise da ergonomia" é uma abordagem do nosso problema de construção da esquizoanálise da atividade como uma máquina de intervenção a partir de um encontro já promovido entre a esquizoanálise de Gilles Deleuze e Félix Guattari com a ergonomia desenvolvida por Maurice de Montmollin. "Clínica da atividade e filosofia da diferença" encerra a série de viagens de desenvolvimento conceitual destacando as diferenciações que traçamos a partir da intercessão entre clínica da atividade e filosofia da diferença. "Gilles Deleuze, clínico da atividade filosófica" é uma homenagem a um dos nossos principais intercessores nesse trabalho, destacando o trabalho desse filósofo como operário dos conceitos que faz clínica do seu meio de atividade. "Clínica da atividade psicanalítica de Félix Guattari" segue uma linha semelhante a do artigo anterior destacando o desenvolvimento das análises do desejo no campo social, pela atividade psicanalítica de Guattari. Nosso epílogo, "um anjo que extermina a dor" é um prólogo de um livro ainda não lançado, que está sendo escrito por um dos motoristas que fizeram a pesquisa conosco; sua biografia traz toda a multiplicidade de meios de vida que compõem o trabalho do motorista de ônibus coletivo urbano.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2894
Appears in Collections:PPGPSI - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_5085_Jésio Zamboni.pdf1.39 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.