Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3009
Title: Estudo Sobre Representações Sociais de Casamento e Práticas Conjugais para Brasileiros Descendentes e Não Descendentes de Japoneses
metadata.dc.creator: WARICODA, A. S.
Keywords: Casamento;Representações Sociais;Gênero;Japoneses;
Issue Date: 31-Aug-2010
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: WARICODA, A. S., Estudo Sobre Representações Sociais de Casamento e Práticas Conjugais para Brasileiros Descendentes e Não Descendentes de Japoneses
Abstract: Cem anos após a chegada dos primeiros imigrantes japoneses no Brasil, seus descendentes [nikkeis] constituem uma parcela da população brasileira que recebe influências culturais ocidentais, mas também compartilha costumes e valores peculiares japoneses. Esta pesquisa pretendeu conhecer por meio da Teoria das Representações Sociais e das Teorias de Gênero, como as concepções de casamento e amor podem ser afetadas pelas influências culturais brasileiras e japonesas entre nikkeis e não-descendentes de japoneses, e assim, compreender mais sobre o universo da cultura brasileira e japonesa no cotidiano dessas pessoas. Para tanto, 100 participantes de ambos os sexos, nikkeis e não-descendentes de japoneses, responderam a um questionário de evocação, contendo os termos indutores casamento e amor, e utilizou-se o software EVOC para o processamento dos dados obtidos. Em seguida, entrevistou-se oito desses participantes, quatro homens e quatro mulheres nikkeis, quanto à história e ao cotidiano conjugal. Para o processamento dos dados coletados nas entrevistas aplicou-se técnica da Análise de Conteúdo. Os resultados indicam representações sociais ancoradas em modelos tradicionais de conjugalidade e de amor, mas que possuem nas periferias elementos que indicam a influência do amor-romântico e do individualismo que podem colaborar com uma mudança de concepção. Quanto às práticas identificadas nos discursos dos entrevistados, estas revelam relacionamentos influenciados principalmente por uma visão individualista, em que os gastos e as tarefas domésticas são compartilhadas por ambos os sexos no casamento. Contudo, há no discurso das mulheres uma dificuldade dos homens em aceitar esta divisão, enquanto para os homens entrevistados, a divisão é uma realidade.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3009
Appears in Collections:PPGP - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_3222_Dissertação para imprimir.pdf684.17 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.