Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3028
Title: Desempenho Cognitivo, Indicadores Comportamentais e Afetivo-motivacionais na Avaliação Assistida de Crianças com Anemia Falciforme
metadata.dc.creator: LORENCINI, G. R. F.
Keywords: Avaliação assistida;Avaliação psicológica;Anemia Falciforme
Issue Date: 31-Aug-2011
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: LORENCINI, G. R. F., Desempenho Cognitivo, Indicadores Comportamentais e Afetivo-motivacionais na Avaliação Assistida de Crianças com Anemia Falciforme
Abstract: A literatura indica que a doença crônica se constitui em importante fator de risco para o desenvolvimento infantil. A anemia falciforme é a doença crônica de maior representação em nossa população. Suas complicações podem trazer múltiplos prejuízos ao indivíduo, podendo entre eles ser destacado o baixo desempenho cognitivo. Esta pesquisa teve por objetivo verificar, mediante a avaliação assistida, o desempenho de crianças com anemia falciforme, considerando tanto indicadores cognitivos quanto não-intelectuais. Participaram dessa pesquisa 12 crianças com idades entre 8 e 10 anos diagnosticadas com anemia falciforme, que frequentam o ambulatório de Hematologia Pediátrica de um hospital público de Vitória, ES. As mães das crianças também participaram do estudo e para caracterização da amostra foram aplicados os seguintes instrumentos: a) anamnese (roteiro adaptado para levantamento de informações sobre a rotina da criança, curso da doença crônica e da experiência dolorosa, interação familiar e recursos disponíveis no ambiente; b) protocolo para identificação do perfil socioeconômico familiar - Critério de Classificação Econômica Brasil; e c) avaliação da competência social e padrão de comportamento através da Lista de Verificação Comportamental, versão brasileira do Child Behavior Checklist CBCL/6-18 anos. Para a avaliação assistida foram utilizadas duas provas com gradiente de dificuldade distinto para a sua resolução, sendo aplicadas as provas Jogo de Perguntas de Busca de Figuras Diversas, em versão computadorizada (PBFD-comp), e o Subteste de Analogias da Cognitive Modifiability Battery (CMB), de David Tzuriel, tarefa de maior complexidade. Ainda, foram utilizados instrumentos específicos dessa modalidade de avaliação: protocolos de avaliação de operações cognitivas, comportamentos e fatores afetivo-motivacionais. O estudo teve como delineamento o sujeito como seu próprio controle, com medida de variação intragrupo e desempenho individual comparado em cada uma das fases da prova assistida. No que se refere aos principais dados de caracterização da amostra, a análise do CBCL indicou que a maioria foi classificada como clínica para problemas internalizantes (83,3%), com destaque para o subiten retraimento (58,3%); o mesmo padrão no escore total da escala de competência social (83,3%). Na avaliação assistida o grupo apresentou perfis diferentes em cada prova. No jogo PBFDcomp as crianças apresentaram, em sua maioria, os perfis alto escore e ganhador-mantenedor. As operações cognitivas, os comportamentos e os fatores afetivo-motivacionais foram facilitadores para a realização da prova. Assim, o grupo se beneficiou da mediação oferecida mantendo o desempenho na fase de transferência do PBFDcomp. Todavia, o mesmo não se apresentou no subteste de Analogias, com baixo desempenho para a maioria, traduzido em dificuldades para manter as estratégias de resolução de problemas, após a suspensão da assistência, bem como para generalizar as dicas para exemplos mais complexos (fase de transferência - TRF). Quanto ao processamento cognitivo, houve diminuição das operações facilitadoras ao longo da prova, principalmente na última fase, destacando-se percepção episódica e dificuldade de integrar as informações. Os comportamentos e os fatores afetivos-motivacionais foram, em geral, facilitadores, mas apresentaram uma pequena diminuição na última fase (TRF). Esses dados indicam que a maioria das crianças, no que se refere ao raciocínio analógico, requer a sistematização de novos contextos de aprendizagem para a otimização do desempenho, através de mediações estruturadas e reguladas ao seu nível de desenvolvimento. Os resultados obtidos corroboram os achados da área que indicam que a avaliação assistida se apresenta como uma modalidade prescritiva para a identificação de déficits cognitivos, sendo ferramenta auxiliar no diagnóstico psicológico, subsidiando programas de intervenção precoce para a população com anemia falciforme. Além das variáveis cognitivas, ressalta-se a importância de novos estudos que discutam a condição de vulnerabilidade dessa população para a ocorrência de problemas emocionais e comportamentais. Palavras-chave: ... Doença Crônica; Crianças e CBCL.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3028
Appears in Collections:PPGP - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_3961_Dissertacão de Mestrado - Grace Rangel Felizardo Lorencini.pdf2.18 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.