Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3092
Title: Acompanhamento Terapêutico: Concepções e Significados da Prática de AT na Grande Vitória - ES
metadata.dc.creator: TRISTAO, K. G.
Keywords: Saúde mental;Desinstitucionalização;Serviços de saúde ment
Issue Date: 1-Aug-2012
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: TRISTAO, K. G., Acompanhamento Terapêutico: Concepções e Significados da Prática de AT na Grande Vitória - ES
Abstract: A reestruturação da atenção em saúde mental, proposta a partir do processo de Reforma Psiquiátrica no Brasil, exige a criação de uma rede articulada de serviços que substituam a internação hospitalar com novas modalidades de intervenção. É neste contexto que o Acompanhamento Terapêutico vem se configurando como uma prática importante na ampliação da rede de assistência em saúde mental. O Acompanhamento terapêutico é uma modalidade de atendimento em Saúde Mental marcada por encontros que acontecem no cotidiano do sujeito e em espaços de circulação pública, utilizando um setting diferente do clássico, no qual o sujeito pode experimentar novos caminhos e construir possibilidades de relação com o mundo com progressivo resgate de sua autonomia. O trabalho apresenta-se em dois artigos. No primeiro buscou-se conhecer quem são os acompanhantes terapêuticos da Grande Vitória - ES e as características da prática de Acompanhamento Terapêutico. Os resultados evidenciaram a prioridade de Acompanhamentos Terapêuticos realizados por mulheres, estudantes de psicologia, a escassez de cursos de AT e a diversidade de abordagens teóricas. A prática aponta para a realização de Acompanhamentos Terapêuticos em dupla por parte dos estagiários e para a inserção desses no serviço público, enquanto os profissionais de nível superior restringem-se ao serviço privado. No segundo estudo objetivou-se compreender as concepções e significados atribuídos pelos acompanhantes ao Acompanhamento Terapêutico, bem como a inserção do acompanhante na rede social dos acompanhados e nos serviços de assistência à saúde mental da Grande Vitória. Os resultados apontam que as concepções principais referem-se à construção de autonomia, reabilitação psicossocial e retomada de funções do cotidiano, bem como a inserção nas redes sociais dos acompanhados e na assistência à saúde mental. Em ambos os estudos utilizamos a abordagem qualitativa de pesquisa. Foram realizadas entrevistas parcialmente estruturadas com profissionais que utilizem ou utilizaram o Acompanhamento Terapêutico na rede pública e/ou privada. Os dados foram analisados a partir da análise de conteúdo na modalidade de Análise Temática.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3092
Appears in Collections:PPGP - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File SizeFormat 
tese_5796_Acompanhamento Terapêutico Dissertação.pdf1.23 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.