Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3289
Title: DOIS RELATOS, DUAS ONÇAS, TRÊS GÊNEROS: Meu tio o iauaretê e O espelho, de João Guimarães Rosa
metadata.dc.creator: BARCELLOS, T. D. F.
Keywords: narrativa;fantástico;maravilhoso;psicologia analítica;
Issue Date: 12-Feb-2015
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: BARCELLOS, T. D. F., DOIS RELATOS, DUAS ONÇAS, TRÊS GÊNEROS: Meu tio o iauaretê e O espelho, de João Guimarães Rosa
Abstract: Em nossa Dissertação de Mestrado, estudaremos, sobretudo, Meu tio o iauaretê, de Estas estórias, e, ainda, O espelho, de Primeiras estórias, de João Guimarães Rosa. Estes são os objetivos gerais do presente trabalho. Em relação ao primeiro relato (uma narrativa mais longa), temos como propósito específico efetuar a sua análise por meio da teoria do gênero fantástico desenvolvida por Tzvetan Todorov, a qual leva em conta os gêneros estranho e maravilhoso. Em relação ao segundo (uma narrativa bem menos extensa), o nosso intento específico é a sua abordagem a partir do maravilhoso. Também lançaremos mão de conceitos da psicologia analítica de Carl Gustav Jung, na leitura de ambos os textos: noções como inconsciente coletivo, arquétipo, anima, animus, alma do mato (para Meu tio o iauaretê), si-mesmo ou self, persona e sombra (para O espelho). Não pretendemos, todavia, transformar os personagens das duas obras em casos clínicos, mas mostrar como aspectos da teorização junguiana, tal como ocorre com a de Freud, servem para iluminar a produção literária de um modo geral. Dois detalhes que funcionam como fatores de ligação das duas narrativas de Rosa são as presenças da figura da onça e do espelho nas páginas de ambas.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3289
Appears in Collections:PPGL - Teses de doutorado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_8563_DISSERTAÇÃO THAÍS DAMASCENO FELIX BARCELLOS.pdf622.79 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.