Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3314
Title: A escrita como desaparecimento nos romances de Enrique Vila-Matas
metadata.dc.creator: Toso, Francielli Noya
Keywords: Escritores espanhóis;Subjetividade na literatura;Vila-Matas, Enrique, 1948-
Issue Date: 1-Feb-2016
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Abstract: O romance Doutor Pasavento, de Enrique Vila-Matas, aparece no cenário contemporâneo como uma narrativa que intenta recuperar um lugar de destaque para a literatura. Seu narrador, um escritor veterano que busca o início da escrita, quando esta paradoxalmente desaparece, está circulando pelo mundo e registrando sua experiência num diário. Ele recorre à tradição literária e se constrói como um complexo personagem de papel que ora se desfaz de sua condição ficcional ora encarna o destino da literatura, que, para ele, é desaparecer. Considerando esses movimentos do narrador, esta dissertação propõe uma análise da prática autorreflexiva na prosa literária do escritor catalão Enrique Vila-Matas, com especial atenção para o romance Doutor Pasavento (2009). O ponto de partida teórico dessa proposta se localiza no contexto de debate denominado por alguns estudiosos contemporâneos como retorno do autor, que coloca em questão os diversos procedimentos autorreferenciais em algumas narrativas mais recentes, ao mesmo tempo em que repensa o postulado da morte do autor. Tendo em vista os estudos contemporâneos voltados para a escrita de si em convergência com os pensamentos de Maurice Blanchot, Roland Barthes, Michel Foucault, entre outros, essa pesquisa verifica como o texto de Vila-Matas, através de seus recursos metaficcionais, dialoga com esses pensadores e demais textos da tradição filosófica e literária. Para tanto, essa investigação leva em conta como as estratégias autobiográficas foram apropriadas e deslocadas no romance em pauta, considerando uma época em que, diante do irrefreável avanço da atividade midiática, tornou-se ainda mais problemático definir limites categóricos entre a realidade e a ficção. A questão em torno dos efeitos da atividade midiática sobre o sistema literário faz parte das reflexões dos narradores vila-matasianos, contribuindo para um dos temas obsessivos do autor catalão: o desaparecimento. Esse tema é discutido aqui a partir da lógica da visibilidade no cenário contemporâneo, que oferece diversos recursos para expor o sujeito. Dessa forma, a temática central do romance de Vila-Matas ganha uma abordagem paradoxal, ao considerar o jogo de aparecer/desaparecer na escrita literária em relação com as forças de exposição e apagamento oferecidas pelos aparatos midiáticos. O romance O mal de Montano (2005), que participa junto com Doutor Pasavento (2009) de uma sequência conhecida como tetralogía del autor, também possui um espaço importante nesta dissertação, uma vez que investe numa encenação da subjetividade que vem a ser continuada em Doutor Pasavento e, por isso, contribui para identificar os desdobramentos da prática autorreflexiva da prosa de Vila-Matas. Palavras-chave: Enrique Vila-Matas. Escrita de si. Desaparecimento. Doutor Pasavento. Retorno do autor.
The novel Doctor Pasavento, written by Enrique Vila-Matas, appears in the contemporary scenery as a narrative that intents to regain a prominent position in the literature. Its narrator, a veteran writer searching for the beginning of the writing, when it paradoxically disappears, it is circulating around the world, registering its experiences in a diary. He resorts to the literary tradition and builds himself as a complex character made of paper that sometimes destroys its fictional condition and sometimes embodies the destiny of the literature, that, for him, it is to disappear. Considering the narrator's actions, this dissertation proposes an analysis of the self reflective practice in the literary prose of the writer Enrique Vila-Matas, with special attention to the novel Doctor Pasavento (2009). The theoretical starting point in this proposition is in the context of the discussion coined by some contemporary scholars as "the return of the author", which questions many self referential procedures in some recent narratives, and at the same time rethinking the premise of the death of the author. Taking into consideration the contemporary studies turned to the self writing in convergence with the thoughts of Maurice Blanchot, Roland Barthes, Michel Foucault, and others, this paper verifies how Vila-Matas' writing, through his meta fictional resources, discusses with those thinkers and other writings of the philosophical and literary tradition. This research takes into consideration how autobiographical strategies were taken and relocated in the said novel, considering a time where, before the unstoppable growth of the media activity, it has become even more problematic defining categorical boundaries between reality and fiction. The points around the effect of the activity towards the media on the literary system is part of the reflection of the vila-matasians narrators, contributing to one of the author's obsession: the disappearance. This theme is discussed here from the visibility logic in the contemporary scenery, which offers many resources to expose the subject. That way, the central theme of Vila-Matas' novel gets a paradoxical approach, when considering the appearing/disappearing game in the literary writing in relation with the forces of exposition and fading offered by the devices of the media. The novel Montano's Malady (2005), that joins along Doctor Pasavento (2009) in a sequence known as "tetralogía del autor", also has an important role in this dissertation, once that it invests in the staging of the subjectivity that continues in Doctor Pasavento and, because of that, it contributes to the identification of the consequences of the self reflexive practice in Vila-Matas' prose.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3314
Appears in Collections:PPGL - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_9541_Francielli Noya Toso dissertação.pdf910.22 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.