Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3381
Title: Para Todos, Tudo! para Nós, Nada! o Poder nos Discursos do Exército Zapatista de Libertação Nacional.
metadata.dc.creator: JESUS, G. M.
Issue Date: 29-Jun-2007
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: JESUS, G. M., Para Todos, Tudo! para Nós, Nada! o Poder nos Discursos do Exército Zapatista de Libertação Nacional.
Abstract: O Exército Zapatista de Libertação Nacional surge no cenário nacional mexicano questionando diversos elementos políticos como o Estado, a democracia e os partidos políticos. Apresentando-se como um grupo de origem indígena, o EZLN buscou construir um movimento social pautado na multiplicação do sujeito político responsável pela ação transformadora e, ao mesmo tempo, pela tentativa de satisfazer às demandas dos grupos indígenas do México. Uma de suas principais propostas parte da negação do poder institucional e da afirmação da necessidade de construir uma sociedade mais democrática, em outras palavras, uma sociedade com diversos centros de poder. Nesse sentido, nosso trabalho tem como objetivo investigar o conceito de Poder presente nos discursos neozapatista e suas implicações com o projeto político construído pelo EZLN. Outro ponto fundamental de nossa análise é o conceito de Autonomia, incorporado ao discurso neozapatista como um dos principais pilares para a construção de uma sociedade mais justa e igualitária. Para contemplar nossos objetivos utilizamos a análise discursiva como metodologia e, as fontes trabalhadas foram as cartas e os comunicados divulgados pelo Exército Zapatista de Libertação Nacional. Palavras-Chaves: México, EZLN, Poder, Autonomia
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3381
Appears in Collections:PPGHIS - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_3311_Graziela_Menezes_de_Jesus.pdf721.54 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.