Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3431
Title: UM Republicano Histórico no Espírito Santo da Primeira República: a Carreira de Bernardo Horta de Araújo (1887-1913)
metadata.dc.creator: SANTOS, A. S.
Issue Date: 21-Aug-2009
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: SANTOS, A. S., UM Republicano Histórico no Espírito Santo da Primeira República: a Carreira de Bernardo Horta de Araújo (1887-1913)
Abstract: A carreira de Bernardo Horta de Araújo como propagandista da República tem seu marco inicial com a criação do primeiro clube republicano do Espírito Santo, em Cachoeiro de Itapemirim, sul dessa província, em 23/05/1887, e o seu encerramento no dia 20/02/1913, quando, no Rio de janeiro, ele se suicida. Proclamada a República, em 15/11/1889, Bernardo Horta vai atuar como protagonista no processo de implantação desse novo regime, tendo participação decisiva nos principais acontecimentos políticos desse período, ora como situação, ora como oposição, e o objetivo principal e verificar em que medida sua trajetória política reflete a relação entre o poder municipal e a oligarquia estadual. Além disso, buscou-se investigar a composição dos governos municipais de Cachoeiro de Itapemirim e como ele foi sendo constituído, assim como elencar os políticos que tiveram participação destacada na oligarquia estadual, como Bernardino Monteiro, Pinheiro Jr., Jerônimo Monteiro, Marcondes Alves de Souza, com destaque para Bernardo Horta de Araújo. No primeiro capítulo foi abordado a propaganda republicana e os primeiros anos da instalação e institucionalização da república no Espírito Santo, a cisão no Partido Republicano, encerrando com a aprovação da Constituição estadual e a eleição de Moniz Freire para governador do estado. O segundo capítulo está centrado na política municipal de Cachoeiro de Itapemirim e suas relações com a política estadual, com destaque para as eleições municipais desse período. O terceiro e último capítulo focaliza a atuação política de Bernardo Horta como deputado federal e sua relação com a política municipal, terminando com o seu suicídio. Dentre os resultados encontrados está a composição dos governos municipais de Cachoeiro de Itapemirim em todo o período pesquisado, a carreira dos políticos que tiveram participação na política municipal, estadual e até federal, bem como a existência de uma geografia de poder que girava em torno da sede do município, Muqui e Castelo. PALAVRAS CHAVE Bernardo Horta de Araújo, Primeira República, Cachoeiro de Itapemirim, oligarquia, coronelismo, eleições municipais, fraudes eleitorais.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3431
Appears in Collections:PPGHIS - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_3481_Adilson_Silva_Santos.pdf3.05 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.