Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3437
Title: Idéias de Liberdade na Cena Política Capixaba: o Movimento Abolicionista em Vitória. (1869/1888)
metadata.dc.creator: PICOLI, M. A.
Issue Date: 16-Oct-2009
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: PICOLI, M. A., Idéias de Liberdade na Cena Política Capixaba: o Movimento Abolicionista em Vitória. (1869/1888)
Abstract: Este estudo objetiva promover um resgate histórico da campanha antiescravista desenvolvida em Vitória, capital da província do Espírito Santo. A pesquisa procurou analisar os jornais utilizados para a divulgação da propaganda emancipacionista e abolicionista e os principais idealizadores do movimento realizado em Vitória. A campanha antiescravista desenvolvida nacionalmente, o jogo político parlamentar entre conservadores e liberais, a coerência entre o movimento realizado na Corte principalmente - e as atividades promovidas pelos capixabas em prol da redenção dos cativos, correspondem a questões também abordadas por este estudo. O período abrangido pela pesquisa iniciado em 1869, deve-se à inauguração da primeira associação libertadora fundada em Vitória, a Sociedade Abolicionista do Espírito Santo. A fundação desta organização emancipacionista representou, para este estudo, um marco da campanha antiescravista em Vitória. O ano de término do movimento abolicionista, resultante da aprovação da lei da abolição de 1888, conhecida como Lei Áurea, configurou a data limite desta dissertação. Os periódicos: Jornal da Victoria, Correio da Victoria, O Espírito Santense e, A Província do Espírito Santo, serviram como fontes principais a presente pesquisa. Os órgãos impressos foram escolhidos devido à longevidade de existência de suas publicações. A predominância de um, ou de outro, na cena política como divulgador de atos oficiais, refletia o jogo político em vigor naquele período. Por meio da análise dos artigos autorais de seus redatores e das transcrições escolhidas para compor o escopo jornalístico, pode-se perceber a cultura política compartilhada pela sociedade capixaba. Os resultados demonstram que, apesar das afinidades com o movimento antiescravista nacionalmente desenvolvido, na cidade de Vitória, a campanha apresentou caráter moderado em suas atividades. Se comparado às investidas emancipacionistas e abolicionistas realizadas em São Paulo, no Ceará, no Rio de Janeiro e, em outras províncias, percebeu-se em Vitória certa resistência à radicalização reformista das relações escravistas. Palavras-chave: Emancipacionismo. Abolicionismo. Imprensa. Vitória.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3437
Appears in Collections:PPGHIS - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_3530_Mariana_de_Almeida_Pícoli.pdf628.85 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.