Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3520
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorLEITE, J. L.
dc.creatorFABRIZ, L. M.
dc.date.accessioned2016-08-29T14:12:12Z-
dc.date.available2016-07-11
dc.date.available2016-08-29T14:12:12Z-
dc.date.issued2014-03-27
dc.identifier.citationFABRIZ, L. M., Joaquim Nabuco: Pan-americanismo, Circulações de Representações e Relações de Poder (1905-1910)por
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufes.br/handle/10/3520-
dc.description.abstractA dissertação discute as representações de pan-americanismo que Joaquim Nabuco pretendeu fazer circular através da estratégia da retórica pan-americanista enquanto ocupou o cargo de embaixador brasileiro em Washington entre 1905 e 1910. Trata-se de um contexto em que o Ministério das Relações Exteriores teve o objetivo de direcionar as ações diplomáticas para o continente americano, atribuindo uma atenção diferenciada aos Estados Unidos da América. Nesse contexto analisa-se como Nabuco criou e se aproveitou de espaços de sociabilidade como banquetes políticos, conferências em centros universitários norte-americanos e do periódico Revista Americana para divulgar a imagem de Brasil como país pacífico, líder sulamericano e possível aliado dos Estados Unidos no sentido de promover uma nação pan-americana no continente. Voltamos a atenção igualmente para outros representantes da intelectualidade americana, que se apropriaram das representações divulgadas por Nabuco, no sentido de pensar as questões do continente e promover sua modernização e equilíbrio no sentido do alcance da paz. Foram utilizadas como fontes desta dissertação os discursos que Nabuco proferiu em banquetes políticos e nas universidades de Washington, Yale e Wiscosin;artigos publicados a respeito do diplomata no Washington Post e no The New York Time, os artigos de Nabuco e outros representantes da intelectualidade sul-americana publicados na Revista Americana, as Atas do Conselho de Estado entre 1820 e 1910 e os ofícios diplomáticos enviados pelo diplomata ao Ministro das Relações Exteriores. Nesses documentos buscou-se compreender de que modo Joaquim Nabuco traçou estratégias no sentido de possibilitar uma aproximação entre Brasil e Estados Unidos.por
dc.format.mediumtexten
dc.publisherUniversidade Federal do Espírito Santopor
dc.subjectJoaquim Nabucopor
dc.subjectDiplomacia Culturalpor
dc.subjectPanamericanismopor
dc.subjectJuçarapor
dc.titleJoaquim Nabuco: Pan-americanismo, Circulações de Representações e Relações de Poder (1905-1910)por
dc.typemasterThesisen
dc.contributor.referee1SILVA, A. P. B. R.
dc.contributor.referee1CAMPOS, A. P.
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Históriapor
dc.publisher.initialsUFESpor
dc.publisher.courseMestrado em Históriapor
Appears in Collections:PPGHIS - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_5862_Dissertação de Mestrado - Larissa Milanezi Fabriz.pdf763.36 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.