Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3560
Title: Movimento camponês e camponês em movimento (estudo histórico da violência na frente pioneira do noroeste do Espírito Santo : 1950-1960)
metadata.dc.creator: Muramatsu, Luiz Noboru
Keywords: Conflito agrário;Micro-história;Historia oral e memória
Issue Date: 16-Dec-2015
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: MURAMATSU, L. N., Movimento Camponês e Camponês em Movimento (Estudo Histórico da Violência na Frente Pioneira do Noroeste do Espírito Santo: 1950-1960)
Abstract: Ecoporanga, município situado no Noroeste do Espírito Santo, distante cerca de 290 km da capital Vitoria, foi palco de intensos conflitos agrários entre 1950 e 1962. Nesta época esta área era conhecida por região do contestado devido a indefinição de limites entre os Estados do Espírito Santo e Minas Gerais. Situada em zona pioneira e com grande extensão de terras devolutas, Ecoporanga passa a receber forte corrente migratória a procura de terras oriunda do sul da Bahia e leste de Minas Gerais. Duas formas de direito se confrontam neste momento: o suposto direito de propriedade do fazendeiro e o de posse dos camponeses. A difusão da ideia de reforma agrária no Governo Goulart influiu no acirramento das lutas. O desfecho histórico foi a expulsão, com o uso da força policial, durante o Governo Lindemberg, de todas as famílias de posseiros. Neste trabalho procuramos tecer algumas considerações sobre o uso da micro-história e o recurso da historia oral para resgatar a saga dos posseiros, incluindo um rápido comentário sobre o surto de um movimento supostamente místico-religioso liderado por Udelino Alves de Matos.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3560
Appears in Collections:PPGHIS - Teses de doutorado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_8792_LUIZ NOBORU MURAMATSU.pdf6.59 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.