Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3638
Title: Valorização imobiliária e reconfiguração socioespacial do bairro Glória, Vila Velha/ES
metadata.dc.creator: MOREIRA, E. N.
Keywords: Urbanização;indústria;comércio;valorização imobiliária
Issue Date: 9-Oct-2015
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: MOREIRA, E. N., Valorização imobiliária e reconfiguração socioespacial do bairro Glória, Vila Velha/ES
Abstract: O processo de valorização imobiliária no bairro Glória, em Vila Velha/ES, e os desdobramentos socioespaciais decorrentes, fenômenos sobre os quais a pesquisa se debruçou, manifestaram-se a partir da década de 1980 com a instalação na área de micro e pequenas indústrias de artigos do vestuário e, principalmente, com o desenvolvimento comercial, transformando uma parte do bairro, então eminentemente residencial, em um núcleo de comércio secundário. A valorização imobiliária na Glória, expressa nos preços dos produtos imobiliários, foi impulsionada pelos novos usos/funções do espaço, os quais possibilitaram o desenvolvimento do mercado imobiliário no bairro. Esse processo de valorização, contudo, não decorreu apenas das funções industriais e comerciais que o bairro passou a abrigar, mas foi produto da iniciativa de moradores locais, de comerciantes atuantes na área e de investidores imobiliários externos capitalistas sem relações anteriores com a área , que perceberam na instalação da atividade produtiva e comercial uma oportunidade de obtenção de rendimentos, sobretudo com o aluguel de imóveis. Ao conjunto de mudanças nas formas e funções da área estudada denominou-se de reconfiguração socioespacial. Somadas a estas categorias do método geográfico forma e função , a análise também considerou outras estrutura e processo , pois conforme defende Milton Santos (1985), são termos disjuntivos, mas associados e, portanto, devem ser estudados concomitantemente e vistos na maneira como interagem para criar e moldar o espaço através do tempo. A (re)produção do espaço na Glória, desde o período assinalado, foi comanda por interesses do capital industrial, comercial e imobiliário que, embora sendo capitais modestos, transformaram um bairro predominantemente de uso residencial em uma das áreas comerciais mais valorizadas da cidade de Vila Velha, apropriando-se de formas residenciais simples para uso comercial e industrial e/ou provocando a construção de novas formas. A valorização imobiliária se processou de modo intenso e acelerado nas duas primeiras décadas,1980 e 1990, atingindo preços elevados no contexto municipal e alcançando, neste início de século, um limite de valorização. O fato de o tamanho físico horizontal e vertical da área ser reduzido é característico do tipo de enquadramento funcional de núcleos comerciais, neste caso um subcentro comercial, indicando uma limitação de sua atuação na escala intraurbana com manifestação no imobiliário. A compreensão da cidade, do bairro e de sua urbanização constituiu-se, para este trabalho, em recurso fundamental para o entendimento da lógica de valorização imobiliária, uma vez que o estudo da produção imobiliária não pode prescindir da compreensão do processo produtivo da construção, tampouco da urbanização.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3638
Appears in Collections:PPGGEO - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_9317_Elizete da Neiva Moreira - Dissertacao Final2 - Out 2015.pdf9.85 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.