Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3655
Title: O Equilíbrio Entre o Elemento Irracional e Racional na Ideia de Sagrado em Rudolf Otto
metadata.dc.creator: SANTOS, E. K.
Keywords: Sagrado;Irracional;Racional;Religião
Issue Date: 26-Apr-2012
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: SANTOS, E. K., O Equilíbrio Entre o Elemento Irracional e Racional na Ideia de Sagrado em Rudolf Otto
Abstract: Pretende-se elucidar, a partir do pensador Rudolf Otto, de que maneira o elemento racional e irracional compõem a noção humana de sagrado. Otto, marcado pelo século XX, responde ao Iluminismo, que interpreta o sagrado apenas como formulações metafísicas, morais e evolutivas. Após a crítica kantiana, a via do conhecimento tornou-se um o caminho impossível para compreensão do sagrado e do fenômeno religioso. Por isso, o autor resgata o sentimento como origem e abertura do humano na busca pelo divino. A experiência do numinoso por está situada no âmbito do sentir passa a ser compreendida, constituída e caracterizada pelo atributo irracional uma vez que a vivência da religião possui peculiaridade do misterioso. Nesse sentido, então, Otto responde à Era do Esclarecimento afirmando que o mistério do sagrado jamais será abarcado pela razão. Em contrapartida, uma religião demasiadamente baseada apenas no sentimento fez com emergisse no contexto religioso contemporâneo muitas práticas religiosas mágicas e que se auto-intitulam milagrosas. Geralmente, as reflexões teológicas dessas religiões mesclam trocas capitalistas e prósperas bênçãos divinas. Otto torna-se um pensador de suma importância para analisar muitas práticas religiosas atuais, como dito acima, que enfatizam em excesso o aspecto emotivista na religião. Em tais posturas religiosas percebe-se a exclusão da racionalidade na religião, que para o autor em questão é algo inconcebível uma vez que ele atesta que o elemento racional é componente fundamental da religião. Portanto, o intuito de Otto e também dessa dissertação, é mostrar que a experiência religiosa é composta pelo elemento irracional e racional e somente quando ambos aspectos estão em sadio equilíbrio é que se faz uma profunda vivência do divino.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3655
Appears in Collections:PPGFIL - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_5568_Edson.pdf1.1 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.