Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3722
Title: O "medo" em Chapeuzinho Vermelho (da Idade Média à Modernidade): Por uma Abordagem Discursiva da Referenciação Com Base em Foucault
metadata.dc.creator: MORAES, F. O.
Keywords: Referenciação;Discurso;Vontade de Verdade;Foucault;Chape
Issue Date: 29-Mar-2010
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: MORAES, F. O., O "medo" em Chapeuzinho Vermelho (da Idade Média à Modernidade): Por uma Abordagem Discursiva da Referenciação Com Base em Foucault
Abstract: O trabalho objetiva, a partir de uma abordagem discursiva da referenciação com base em Foucault (1968, 1987, 2007, 2008), efetuar uma análise linguística de versões do conto Chapeuzinho Vermelho produzidas em períodos distintos, com o intuito de demonstrar o quanto o campo de saber e os mecanismos de poder formam os objetos de discurso e definem a materialização linguística em dada época. A pesquisa bibliográfica possibilitou uma conceituação de referenciação com base nas concepções de discurso foucaultianas e do seu método arqueológico e genealógico. As categorias levantadas a partir dessa pesquisa bibliográfica, instrumentalizadas na metodologia linguística proposta por Fiorin (2006), permitiram a análise dos contos após a contextualização e classificação dos mesmos, levando-se em consideração suas condições de produção e propagação, assim como seu aspecto discursivo institucional e histórico. Após a análise de cada versão, efetivada a partir do tema 'medo', o qual permitiu o levantamento dos termos semânticos de oposição, do percurso sintático fundamental, do percurso figurativo e dos percursos temáticos discursivos fundados no saber e poder vigentes, seguiu-se a contraposição dos resultados que viabilizou a compreensão da maneira pela qual se efetivou a referenciação discursiva na Idade Média, no período clássico e na modernidade. Ao mesmo tempo, a partir da análise, apresentou-se, de forma mais perceptível e clara, o processo através do qual o discurso, em seu aspecto histórico e material, protege o mesmo procedimento de controle (a 'vontade de verdade') que define as verdades, que delineia os saberes e poderes viáveis, que estabelece os objetos que podem ou não ser formados, enfim, que institui tanto a referenciação de dado período quanto a materialização desta nos significantes textuais. Os resultados apontaram ainda para a necessidade de se questionar a 'vontade de verdade' para que melhor se conheça o saber moderno e assim quiça vislumbrar o prenúncio de um novo paradigma liberto: do medo que o discurso impõe, do saber e do poder delineados pela 'vontade de verdade', e; da materialização destes nos significantes linguísticos que regem e definem o homem. Este trabalho tem por finalidade abrir caminho para uma análise mais profunda do mecanismo de referenciação e mesmo para um possível questionamento da 'vontade de verdade'. Palavras-chave: Referenciação. Discurso. Vontade de Verdade. Foucault. Chapeuzinho Vermelho. Medo. Transição paradigmática.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3722
Appears in Collections:PPGEL - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_4051_Dissertação FABIANO DE OLIVEIRA MORAES20131025-153748.pdf1.22 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.