Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3754
Title: Pressuposição : diferentes abordagens teóricas e suas consequências para o ensino de graduação em Letras
metadata.dc.creator: Soares, Verônica de Fátima Camargo
Keywords: Pressuposição (Lógica);Linguística;Ensino superior
Issue Date: 23-Oct-2012
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Abstract: Esta pesquisa versa sobre a pressuposição na Linguística Moderna, tema que é palco para estudos sob diferentes óticas, tais como Lógico-Filosófica, Semanticista, Pragmaticista e Discursiva. Percorreremos um caminho teórico que começa em Frege (1978), um dos primeiros a teorizar sobre a questão, cuja perspectiva é logicista, passando por Ducrot (1977; 1981; 1987), nosso teórico de base, autor que mais teorizou sobre pressuposição linguística, cuja perspectiva estruturalista é envolta por questões enunciativas, chegando a um olhar pragmaticista para a pressuposição, por meio das contribuições teóricas de Austin (1990). Os objetivos centrais deste trabalho são, primeiramente, discutir se tais abordagens sobre a pressuposição são conflitantes ao ponto de comprometerem o seu ensino em nível de graduação em Letras. Para tanto, analisamos se há convergências entre as teorias estudadas que sejam capazes de sustentar uma abordagem sobre a pressuposição como fenômeno linguístico e, depois disso, analisamos as abordagens sobre pressuposição que estão presentes em livros de cunho didático voltados para o ensino de Licenciatura em Letras, com a finalidade de verificar o enfoque teórico-metodológico dado à pressuposição pelos seus autores. Nossa hipótese é que as abordagens teóricas sobre a pressuposição são profundamente divergentes, o que possibilitaria o surgimento de diferentes pressupostos aos enunciados, de acordo com a abordagem adotada, além de tornar fluido o conceito de pressuposição. Para ilustrar a presença dessa temática na formação do graduando em Letras, observamos o tratamento dado à pressuposição em provas do Exame Nacional de Cursos (Provão) e do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (ENADE), elaboradas pelo MEC, cuja finalidade é testar o conhecimento dos acadêmicos. Chegamos à conclusão de que a pressuposição como fenômeno linguístico necessita de muito mais pesquisas, pois as atuais são insuficientes para sustentar sua aplicação na formação do profissional de Letras.
This is a research on the presupposition in Modern Linguistics, which serves as a principle for studies under different perspectives, such as Logical-Philosophical, Semanticist, Pragmaticist and Discourse. It goes through a theoretical path that begins in Frege (1982), one of the first scholars to theorize about this issue, whose perspective is logical, and also through Ducrot (1977, 1981, 1987), our theoretical base, the author theorized about linguistic presupposition the most, whose structuralist perspective is focused on enunciatively questions; reaching a pragmaticist look for the presupposition through the theoretical contributions of Austin (1990). The main objectives of this paper are first to discuss whether such approaches on the presupposition are conflicting to the point of compromising the teaching at the undergraduate level in Letters. Therefore, we analyzed whether there are convergences among the theories studied that are able to sustain an approach about the presupposition as a linguistic phenomenon, and after that, by examining the presuppositions which are presented in the textbooks devoted to the teaching of Letters graduation, aiming to verify the theoretical and methodological approach on the subject by the authors‟ perspective. Our hypothesis is that the theoretical approaches on presupposition are deeply divergent, what would allow the emergence of different meanings to it, according to the selected approach; it would also make fluid the concept of presupposition. In order to illustrate the presence of this theme in the majoring in Letters formation, we observed the treatment given to the presupposition on the “National Examination of Courses” (Provão) and “National Examination of Student Performance” (ENADE), prepared by the MEC, whose purpose is to test the academic knowledge. The conclusion is that presupposition as linguistic phenomenon needs more research due to lack of sufficient evidences to support its application in the training of professionals of Letters currently.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3754
Appears in Collections:PPGEL - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_6037_DISSERTAÇÃO - Verônica de Fátima Camargo.pdf1 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.