Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3762
Title: Estudo de verbos codificadores de extensão ou escala no jogo da linguagem: uma perspectiva funcionalista.
metadata.dc.creator: CRISTOVAO, H. F.
Keywords: Verbos codificadores de extensão ou escala;Transitividade
Issue Date: 5-Aug-2013
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: CRISTOVAO, H. F., Estudo de verbos codificadores de extensão ou escala no jogo da linguagem: uma perspectiva funcionalista.
Abstract: A maioria dos gramáticos acolhe os verbos em duas sessões: uma que trata de aspectos morfológicos; em seguida, dentro de uma perspectiva sintático-semântica, que aborda os verbos quanto à predicação. Isso se configura um problema nesse modelo de análise, visto que, ao considerar os verbos como elementos discretos, em frases descontextualizadas, não se consideram as relações morfológicas, sintáticas, semânticas, pragmáticas e discursivas que só podem ser observadas a partir da língua em uso, dentro do jogo combinatório da linguagem. A partir dessas considerações, a concepção de língua que adotamos se coaduna com aquela proposta pelo Funcionalismo, que defende os estudos de fenômenos linguísticos a partir da análise das estruturas em uso real, priorizando as relações que se estabelecem no contexto comunicativo. Igualmente importante, foi o estudo da estrutura argumental da oração, formada pelo verbo e seus selecionados elementos obrigatórios (argumentos). Com relação aos verbos que serão objeto da pesquisa, orientamo-nos pela classificação realizada por Azeredo (2004, p.180), baseada na proposta de estudo de Cano Aguilar (1981) para a língua espanhola, que arrolou o grupo de verbos codificadores de extensão ou escala no português, entre eles: atravessar, percorrer, subir, abraçar, presidir, contornar, ocupar, preencher, inundar, medir 1 (ele mediu um terreno), medir 2 (o terreno mede 160 m), valer e durar (a viagem durou 80 dias). Em nossa pesquisa, analisaremos a transitividade de um recorte desse grupo, composto pelos verbos subir, ocupar, medir, durar, valer e seu uso na língua portuguesa, que, juntamente com a escolha do referencial teórico, justificam a importância deste estudo, visto que esse fenômeno é mais bem observado em condições reais de comunicação. O corpus é constituído de textos do âmbito jornalístico escrito e o levantamento de dados foi realizado por meio de ferramenta de pesquisa on-line no acervo digital da Revista Veja. Esperamos que o resultado desta pesquisa evidencie que um estudo que tenha como ponto de partida a língua em uso vá muito além das proposições das gramáticas.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3762
Appears in Collections:PPGEL - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_6730_Dissertação de mestrado.pdf793.79 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.