Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3797
Title: A transitividade de verbos de elocução à luz do Funcionalismo.
metadata.dc.creator: TESCH, J. S. O.
Keywords: Verbos de elocução;Transitividade;Parâmetros de Transitivi
Issue Date: 28-Aug-2015
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: TESCH, J. S. O., A transitividade de verbos de elocução à luz do Funcionalismo.
Abstract: Esta dissertação aborda o fenômeno da transitividade em notas sociais, com vistas a entender melhor o comportamento de verbos de elocução comumente usados nesses textos. Para dar conta do estudo que pretendemos empreender, partimos das proposições tradicionais no que tange à transitividade, também consideramos as abordagens descritivas e elegemos como referencial teórico a perspectiva funcionalista da linguagem, dentro da qual encontra-se uma concepção de transitividade formulada por Hopper e Thompson (1980). Ao relacionar as referidas vertentes teóricas, percebemos a necessidade de ampliar, ou até atualizar, a maneira como a transitividade é concebida. Diante disso, a empreitada assumida por nós se justifica, pois propomos um estudo da transitividade para além do olhar normativo e objetivamos compreender melhor o funcionamento dos verbos de elocução e a transitividade das orações que os abrigam em um contexto de uso. O corpus elegido para este estudo foram as notas sociais publicadas na seção Planeta Pop, do caderno AT2, do jornal A Tribuna, que são pequenos textos noticiando alguma informação sobre a vida de pessoas famosas no meio artístico e de nacionalidade estrangeira, tendo os verbos de elocução como um componente essencial. A metodologia adotada foi a de observar, descrever e analisar o fenômeno eleito para nossa investigação. Dessa forma, após reunirmos os dados, visualizamos as ocorrências dos verbos de elocução, buscando descrever o ambiente em que se inserem para, então, aferirmos a transitividade das orações e demonstrarmos, por meio de alguns exemplos, a dinâmica de uso desses verbos e das orações em relação à transitividade. A pesquisa revelou um alto grau de transitividade nas cláusulas que formam as notas sociais e que os verbos de elocução não revelam um objeto sintático paciente, ou seja, que sofre a transferência da ação verbal, o que justifica o fato de, no que se refere aos Parâmetros de Transitividade de Hopper e Thompson (1980), não identificarmos, em nenhuma das orações analisadas, o afetamento e a individuação do objeto.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3797
Appears in Collections:PPGEL - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_9072_DISSERTAÇÃO FINAL.pdf13.92 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.