Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3874
Title: "Avaliação da redução de sulfato e produção de sulfeto dissolvido em reator anaeróbio de manta de lodo (UASB) tratando esgoto sanitário em escala real"
metadata.dc.creator: SUBTIL, E. L.
Keywords: reatores anaeróbios;bactérias redutoras de sulfato;redução
Issue Date: 28-Jun-2007
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: SUBTIL, E. L., "Avaliação da redução de sulfato e produção de sulfeto dissolvido em reator anaeróbio de manta de lodo (UASB) tratando esgoto sanitário em escala real"
Abstract: sulfeto pelas Bactérias Redutoras de Sulfato (BRS) através de um processo denominado redução desassimilatória do íon SO42-.Em geral, a redução de sulfato em sistemas anaeróbios destinados ao tratamento de esgotos sanitários é um processo considerado indesejável, dado que a formação de sulfeto causa uma série de problemas como toxicidade, corrosão, odor, aumento da DQO efluente, além de diminuir a qualidade e quantidade do biogás. No presente trabalho, avaliou-se a redução de sulfato e sua relação com a geração de sulfeto dissolvido (S2-, HS- e H2S) em um reator anaeróbio de manta de lodo e fluxo ascendente (UASB) tratando esgoto sanitário em escala real. O reator operou com uma vazão afluente de 86,4 m3.d-1 e uma Carga Orgânica Volumétrica de 0,73 Kg DQOtotal/m3.d. Os valores médios no afluente do reator da Demanda Química de Oxigênio (DQO) total e filtrada, sulfato, sulfeto e Número Mais Provável (NMP) de BRS foram, respectivamente, 235 mg O2/L, 168 mg O2/L, 151 mg SO4 2-/L, 1,4 mg S2-/L e 1,2 x 105 NMP BRS/mL. A Eficiência de remoção de DQO total foi de 53% e de DQO filtrada igual a 49%. Durante todo o experimento foi verificada redução de sulfato no reator, com uma redução média de 24%. No entanto, a concentração de sulfeto dissolvido no reator não foi superior 5,0 mg/L, não representando risco à metanogênese. A biomassa de BRS no reator foi de 7,6 x 105 NMP/mL e a DQO consumida por essas bactérias representaram 13% da DQO total removida. O modelo cinético de primeira ordem apresentou-se bem ajustado para descrever as velocidades globais de consumo de sulfato e produção de sulfeto, com valores de K1 para sulfato igual a - 0,064 h-1 e 0,276 h-1 para sulfeto dissolvido. Os coeficientes de correlação para os dados de sulfato e sulfeto estiveram acima dos 92% e a reprodução dos dados foram boas, sendo as taxas máximas para redução de sulfato e produção de sulfeto dissolvido de 9,67 mg SO4 2-/L.h-1 e 1,03 mg S2-/L.h-1 respectivamente.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3874
Appears in Collections:PPGEA - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_2633_Dissertação, Subtil, E.L - FINAL.pdf3.16 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.