Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3897
Title: Estudo de classificação e quantificação das lamas geradas no processo de beneficiamento de rochas ornamentais.
metadata.dc.creator: BUZZI, D. C.
Issue Date: 27-Aug-2008
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: BUZZI, D. C., Estudo de classificação e quantificação das lamas geradas no processo de beneficiamento de rochas ornamentais.
Abstract: No município de Cachoeiro de Itapemirim/ES, as lamas de beneficiamento de rochas ornamentais (LBROs) constituem um resíduo sólido (RS) muito impactante ao meio ambiente, uma vez que são geradas em grande quantidade e que ainda não está implementada no Estado do Espírito Santo a Política Estadual de Resíduos Sólidos que direcione o gerenciamento deste RS.Desta forma, observa-se no município um gerenciamento inadequado em que grande parte das LBROs são depositadas em tanques escavados no solo, sem qualquer tipo de proteção de modo a evitar a contaminação do solo e de corpos dágua. De encontro a este problema ambiental, a presente pesquisa foi desenvolvida junto a um grupo de empresas do setor de rochas ornamentais associadas à AAMOL, localizadas no município de Cachoeiro de Itapemirim, com o objetivo principal de classificar e quantificar as LBROs, de acordo com a NBR 10004/2004, NBR 10005/2004, e NBR 10006/2004. Para tanto, desenvolveu-se uma metodologia que se mostrou viável para o RS em estudo, a LBRO. A metodologia contemplou visita e aplicação de questionários às empresas associadas à AAMOL, quantificação dos blocos desdobrados e chapas polidas e consumo de insumos no processo de desdobramento. Também contemplou a elaboração de um plano de amostragem, de acordo com os critérios estabelecidos na NBR 10007/2004, para a coleta das amostras de matérias-primas, insumos e LBROs. Da classificação das LBROs verificouse que 77% das amostras foram classificadas como Resíduo Classe IIA Não- Inertes e 23% como Resíduo Classe IIB Inertes, sendo os parâmetros Al, Ba, Cd, Pb, Cl-, Cr, fenol, Fe, F-, Hg, Ag, Na e SO4 2-, aqueles que contribuíram para a não inerticidade das amostras. Foram obtidos neste estudo também o indicadores de quantidade de geração de LBRO por bloco desdobrado e chapa polida nas umidades em que são geradas as lamas, 95% e 99,7%, obtendo-se o ILD95% = 22,14 t/bloco, o ILP99,7% = 19,191 kg/chapa, além dos indicadores na umidade máxima permitida de 30% para a disposição final em aterro, obtendose o ILD30% = 14,76 t/bloco e o ILP30% = 12,493 kg/chapa, que demonstraram ser bastante eficiente o processo de desidratação para o gerenciamento deste RS, uma vez que contribui para o melhor manejo e redução nos custos do transporte e da disposição final.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3897
Appears in Collections:PPGEA - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_2709_Dissertação Daniella Cardoso Buzzi.pdf136.52 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.