Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3899
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorCHACALTANA, J. T. A.
dc.contributor.advisorFERNANDEZ, G. B.
dc.date.accessioned2016-08-29T15:09:42Z-
dc.date.available2016-07-11
dc.date.available2016-08-29T15:09:42Z-
dc.identifier.citationPASOLINI, A., Utilização do método de perfil de equilíbrio para determinar estabilidade e a evolução de perfis de praias arenosas.por
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufes.br/handle/10/3899-
dc.format.mediumtexten
dc.publisherUniversidade Federal do Espírito Santopor
dc.titleUtilização do método de perfil de equilíbrio para determinar estabilidade e a evolução de perfis de praias arenosas.por
dc.typemasterThesisen
dcterms.abstractA análise da estabilidade dos perfis de praia promoveu a elaboração de várias formulações, tendo como destaque o conceito de perfil de equilíbrio, introduzido inicialmente por Brunn em 1954. A evolução dos estudos com o perfil de equilíbrio proporcionou o refinamento do conceito, promovendo melhorias na representação do perfil. A primeira contribuição foi realizada por Dean e outros (1992), que identificaram a influência da variação granulométrica na forma do perfil e adaptaram as equações de forma a representarem essa influência no perfil de equilíbrio. Bernabeu e outros (2002) desenvolveram duas equações de perfil de equilíbrio, uma para representar o perfil na zona de empinamento das ondas e outra para a zona de surfe. Em 2006, Turker e outro alteraram a equação do parâmetro de forma e inseriram, de forma direta, os parâmetros do tamanho dos sedimentos, das ondas e do deslocamento dos sedimentos na equação. Um setor da praia de Camburi foi escolhido, para o presente estudo, onde foram realizados levantamentos de campo como: batimetria, topografia, coleta de dados de ondas e marés e coletas de sedimentos, de forma a subsidiarem as análises das principais equações de equilíbrio hoje existentes, permitindo assim avaliar a resposta de cada equação e as condições desta praia que já passou por processos de alimentação artificial e, atualmente, pode ser considerada em estabilidade primária. O modelo de Turker e outros, 2006, que permite a inserção de agentes modeladores do perfil, como ondas e sedimentos na equação do parâmetro de forma do perfil de equilíbrio, mostrou a melhor representação das condições de equilíbrio e proporcionou a evolução dos perfis de equilíbrio em diferentes condições hidrodinâmicas, indicando onde o perfil pode transladar, de acordo com as mudanças no ambiente. Tais características tornam o modelo mencionado uma ferramenta na análise do comportamento dos perfis de praia, que se remodelam devido ao transporte transversal de sedimentospor
dcterms.creatorPASOLINI, A.
dcterms.issued2008-08-28
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Engenharia Ambientalpor
dc.publisher.initialsUFESpor
dc.publisher.courseMestrado em Engenharia Ambientalpor
dc.contributor.refereeRIGO, D.
Appears in Collections:PPGEA - Dissertações de mestrado



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.