Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3911
Title: Seleção de fungos produtores de lipases a partir de resíduos oleosos derivados do saneamento ambiental
metadata.dc.creator: RODRIGUES, C.
Keywords: fungos;lipase;resíduos;saneamento
Issue Date: 28-Feb-2011
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: RODRIGUES, C., Seleção de fungos produtores de lipases a partir de resíduos oleosos derivados do saneamento ambiental
Abstract: A seleção de fungos produtores de lipases a partir de resíduos oleosos do saneamento ambiental é o tema principal deste trabalho. De 113 isolados fúngicos obtido, 75 foram pré-selecionados como produtores de lipases. Destes, 16 foram selecionados pelos maiores índices enzimáticos e, quatro pelo crescimento e resposta ao teste de rodamina-B, tendo quantificadas sua atividade lipolítica específica em cultivo líquido. A atividade lipolítica variou de 0,13 ± 0,03 (F18: Rhizomucor sp.) a 18,06 ± 0,36 U.mg-1 (F2: Penicillium sp.). Em seguida foram avaliados a atividade lipolítica específica, a atividade biossurfactante, o conteúdo de óleos e graxas e a produção de biomassa pelos isolados F2 e F18, em fermentação em estado líquido (FEL) e sólido (FES). Picos das atividade foram observados nos dois tipos de cultivo, com 48 h de incubação. Na FEL a atividade lipolítica foi de 28,09 ± 0,25 (F2) e 0,25 ± 0,02 U.mg-1 (F18) e a atividade biossurfactante foi de 4,23 ± 0,27 (F2) e de 5,00 ± 0,21 UE.mL-1 (F18). Na FES, a atividade lipolítica foi de de 34,11 ± 0,62 (F2) e de 5,81 ± 0,25 mg. mL-1 (F18), a atividade biossurfactante foi de 8,58 ± 0,22 (F2) e de 11,97 ± 0,95 UE.g-1 (F18) e a remoção de óleos e graxas foi de 79,30 ± 0,43% (F2) e de 71,50 ± 0,32% (F18). Na biodegradação aeróbia de resíduos oleosos do saneamento ambiental, foram observadas diferenças estatísticas significativas (p=0,05) entre os resíduos, inoculantes e padrões utilizados. Correlações positivas ocorreram entre a produção de CO2 e a biomassa fúngica e, negativas entre estes e os teores de óleos e graxas dos substratos com óleo de soja e óleo residual de fritura, aos 10, 20 e 30 dias. Remoções de óleos e graxas de 65,50, 74,16, 58,33 e 58,33% ocorreram dos substratos com óleo de soja e óleo residual de fritura, inoculados com F2 e, com escumas das caixas de gordura da Estação de Tratamento de Esgotos e do Restaurante Universitário da UFES, inoculados com F18, respectivamente. Nos substratos com o óleo de soja e a escuma de caixa de gordura (esterilizada) do restaurante universitário, a maior remoção de óleos e graxas (83,33%), ocorreu com a inoculação e crescimento de F2 e F18 no mesmo biorreator. Esses resultados promissores sugerem que sejam avaliados como biocatalisadores de célula integral.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3911
Appears in Collections:PPGEA - Teses de doutorado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_4956_tese, Celson.pdf1.74 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.