Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4439
Title: Influência da vegetação no conforto térmico do transeunte: estudo de caso em via com canteiro central em Vitória-ES
metadata.dc.creator: Ramaldes, Rosa Angela Casati
Keywords: Tipologia de vegetação;Paisagismo;Ambience; thermal comfort; vegetation typology; urban vegetation; landscape
Issue Date: 19-Nov-2015
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Abstract: Nas áreas urbanizadas de clima tropical úmido as altas temperaturas ocorrem frequentemente, onde a radiação solar direta nos materiais da superfície urbana podem gerar ganhos de calor que potencializam o aumento das temperaturas. A utilização de vegetação nas cidades pode constituir um mecanismo para minimizar o desconforto térmico do transeunte. O principal objetivo desta pesquisa foi analisar a influência da vegetação na percepção térmica do transeunte em vias metropolitanas de Vitória ES. Na metodologia adotada utilizou-se parâmetros físico-ambientais com medições in loco de temperatura e umidade relativa do ar, associados à entrevistas para avaliação de sensação térmica, em quatro pontos previamente estabelecidos afastados da orla. Os pontos de medição caracterizaram-se por possuírem ambiências opostas, isto é, com e sem vegetação na mesma via. As espécies analisadas, presente nessas vias, apresentaram características morfológicas de tipologia formal de árvore e palmeira em composição com grama. As medições e entrevistas de campo foram realizadas simultaneamente nos dois pontos da via, a cada hora, durante oito horas ininterruptas, num dia de verão nos anos de 2014 e 2015. Os resultados obtidos no ponto com árvores revelaram que, as temperaturas foram mais brandas, variando entre 4,3ºC a 5,6ºC, quando comparadas aos valores obtidos no outro ponto da mesma via. Nas entrevistas, o ponto com árvores também registrou o maior índice de respondentes que se sentiram termicamente neutros. Os resultados obtidos confirmaram a hipótese de que a utilização de árvores de copa alta em áreas urbanas constitui-se em um componente eficaz na melhoria do microclima no meio urbano. Além do sombreamento proporcionado, esse tipo de vegetação minimiza os ganhos de calor e permite o movimento dos ventos, que atenuam a temperatura e o efeito do aumento da umidade relativa do ar. Outras variáveis, tais como o sombreamento das edificações altas e a velocidade dos ventos devem ser considerados e podem trazer benefícios às cidades, proporcionando conforto térmico aos transeuntes. Palavras-chave: Ambiência, Conforto Térmico, Tipologia de Vegetação, Vegetação Urbana, Paisagismo.
In urbanized areas of humid tropical climate the high temperatures often occur, the direct solar radiation in the urban surface materials generates heat gains that leverage the increased thermal value. The use of vegetation in cities can be a mechanism to minimize the thermal discomfort of the individual in the process of circulation. The main objective of this research is analyzing the influence of the vegetation on thermal perception of the passerby in metropolitan roads in Vitória - ES. The methodology used physical and ambient parameters with on-site measurements of temperature and relative humidity, combined with predictive thermal sensation interviews in four points away from seafront. The measuring points were characterized by having opposite ambiences, with and without vegetation on the same route. The analyzed species showed morphological characteristics of formal type of tree and palm composition with grass. Measurements and field interviews were carried out simultaneously in both the route points, every hour for eight hours without interruption on a summer day in the years 2014 and 2015. The results obtained on the spot with trees showed that the thermal values were milder ranging from 4,3ºC the 5,6ºC compared to the other point on the route. In the interviews, the point with trees also recorded the highest rate of respondents who felt thermally neutral. The use of high-canopy trees in urban areas is an effective component on improving the microclimate in urban areas. In addition to the provided shading, minimizes heat gain and allows the movement of the winds, which reduce the temperature and the effect of the increase in relative humidity. Other variables such as the shade of the tall buildings and the wind speed should be considered and can bring benefits to cities, providing thermal comfort to the passerby
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4439
Appears in Collections:PPGAU - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_9374_ROSA ANGELA CASATI RAMALDES20160321-113552.pdf1.74 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.