Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4462
Title: EXPRESSÃO do Gene Vegfa em Tecido Adiposo Subcutâneo e Visceral de Mulheres Com Obesidade Grau III
metadata.dc.creator: SILVA, F. H. P. E.
Issue Date: 25-Feb-2013
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: SILVA, F. H. P. E., EXPRESSÃO do Gene Vegfa em Tecido Adiposo Subcutâneo e Visceral de Mulheres Com Obesidade Grau III
Abstract: A obesidade é uma doença crônica e multifatorial, com etiologia complexa, sendo que sua manifestação depende tanto de fatores genéticos quanto ambientais. Apesar de esforços para o desenvolvimento de medidas de prevenção e controle, a prevalência da obesidade continua crescendo em todo o mundo. Essa doença é fator de risco para o desenvolvimento de múltiplas comorbidades e se constitui em um grave problema de saúde pública. A obesidade é caracterizada pelo excesso de peso e acúmulo de gordura corporal em depósitos de tecido adiposo - Tecido Adiposo Subcutâneo (TAS) e Tecido Adiposo Visceral (TAV). O tecido adiposo é altamente vascularizado e possui intensa atividade angiogênica. Para a expansão desse tecido é necessário o desenvolvimento de grande quantidade de vasos sanguíneos. O VEGF possui função central na angiogênese e atua promovendo a vascularização do tecido. Esse gene participa em processos que induzem a migração e proliferação de células endoteliais e está diretamente associado à expansão do endotélio vascular. Este trabalho fez uma análise de expressão do gene VEGFA por meio da técnica de PCR quantitativa em tempo real em TAS e TAV de 33 pacientes do sexo feminino com obesidade grau III (IMC ≥ 40). Assim, foi possível observar que o gene VEGFA apresentou níveis de RNAm semelhantes em TAS e em TAV, indicando que o padrão de expressão deste gene foi o mesmo para os dois depósitos. Apesar disso, o VEGFA apresentou correlações diferentes em cada um dos depósitos de tecido adiposo, sugerindo que este gene pode possuir interações complexas e variáveis de acordo com a amostra e com o estudo. Foram observadas também correlações do gene VEGFA com outros genes, que podem estar associadas à obesidade. Além disso, foi mostrado que parâmetros como a glicemia e os níveis de colesterol podem gerar efeitos diretos na expressão do VEGFA. Com isso foi possível compreender melhor sobre a associação deste gene com o tecido adiposo e, consequentemente, com a obesidade.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4462
Appears in Collections:PPGBIO - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_6276_Dissertação_Fabiano Honorato_2013.pdf1.68 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.