Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4633
Title: NARRATIVAS IDENTITÁRIAS DO NACIONAL NOS JOGOS OLÍMPICOS DE INVERNO VANCOUVER 2010
metadata.dc.creator: SANTOS, D. S.
Keywords: Identidade;Jogos Olímpicos;Dramatização
Issue Date: 29-Apr-2011
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: SANTOS, D. S., NARRATIVAS IDENTITÁRIAS DO NACIONAL NOS JOGOS OLÍMPICOS DE INVERNO VANCOUVER 2010
Abstract: A interconexão entre o esporte e os meios de comunicação é parte constitutiva do interesse geral do presente estudo no objetivo de analisar as narrativas da identidade brasileira no contexto de um megaevento esportivo: os Jogos Olímpicos de Inverno (JOI). O esporte assume significados específicos em diferentes contextos. Nesse sentido, os JOI ―um mundo estranho para os brasileiros‖ potencializam a discussão sobre as narrativas do nacional que abrangem a complexidade formativa e as formas de sociabilidade que marcam a identidade brasileira. De maneira específica, esta pesquisa dá continuidade ao trabalho desenvolvido por Tavares, Soares e Bartholo (2007a, 2007b) que analisaram a cobertura da participação brasileira, pela mídia impressa, nas edições dos Jogos Olímpicos de Inverno de Salt Lake City (2002) e Turim (2006), respectivamente. Embora importantes, as interpretações dos códigos textuais não são suficientes para alcançar as elaborações discursivas sobre a identidade que ocorrem em outros momentos do processo comunicativo. Nesse sentido, a questão de investigação nesta análise envolve a complexidade das narrativas da identidade brasileira a partir da mídia impressa, do discurso dos atletas brasileiros e das atitudes e reações do público presente em um contexto específico. O levantamento das informações e dados perpassou: (1) a seleção, arquivamento e análise de reportagens da mídia impressa; e (2) o trabalho de campo desenvolvido durante os Jogos Olímpicos de Inverno (que se subdivide na observação direta do contexto e na realização de entrevistas guiadas com atletas brasileiros que participaram dos JOI de Vancouver 2010). Foram utilizados os impressos O Globo (OG) e Folha de São Paulo (FSP) pois, ambos são de circulação nacional e influentes no Brasil , bem como a cobertura de um impresso canadense, o The Globe and Mail. Constatou-se que os atletas não foram as referências ou elo de identificação entre o Brasil e os Jogos de Inverno nas narrativas midiáticas. A recente conquista do direito de sediar os Jogos de verão 2016 pela cidade do Rio de Janeiro influenciou diretamente a construção das narrativas do nacional no emolduramento da mídia brasileira sobre os Jogos de 2010. É uma característica comum às narrativas do FSP e do OG o deslocamento da cobertura midiática da dimensão esportivo-competitiva do evento para a experiência organizacional mediada por autoridades do esporte, ao passo que dramatiza-se uma relação de igualdade entre o Brasil e os países denominados desenvolvidos. Nota-se, porém, que os atletas entrevistados engendraram narrativas que demonstraram uma oscilação no que se refere às construções identitárias, ou seja, por um lado assumiram o ―papel‖ de representantes do nacional que a partir de sua participação dramatizam uma relação de igualdade, colocando o Brasil ―entre as grandes nações‖ e, ao mesmo tempo, descreveram a sociedade que representam a partir de códigos que remetem ao pólo tradicional do sistema (o simples, o natural em oposição ao contexto moderno e tecnológico dos JOI). Em um mundo tão fluidamente interconectado, os Jogos Olímpicos se constituem como uma performance cultural, ou seja, um ―palco‖ (MacALOON, 1984) que permite a compreensão sobre como os povos e nações criam, definem e celebram as suas identidades, assumem e escolhem representações. O caso brasileiro nos JOI perpassou discursos que parecem bem demarcados na perspectiva do ritual, do festival, do jogo e do espetáculo
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4633
Appears in Collections:PPGEF - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_4824_Dissertação. Doiara.pdf832.25 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.