Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4673
Title: Caracterização de Compostos Polares no Petróleo por Espectrometria de Massas de Altíssima Resolução e Exatidão ESI(±)-FT-ICR MS
metadata.dc.creator: DALMASCHIO, G. P.
Issue Date: 9-Mar-2012
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: DALMASCHIO, G. P., Caracterização de Compostos Polares no Petróleo por Espectrometria de Massas de Altíssima Resolução e Exatidão ESI(±)-FT-ICR MS
Abstract: O petróleo é considerado a mistura natural mais complexa do mundo e por apresentar milhares de constituintes é um das matérias-primas mais desafiadoras para as análises químicas. Embora muitas técnicas venham sendo utilizadas para a caracterização dos constituintes do óleo, quando combinamos o altíssimo poder de resolução e exatidão da espectrometria de massas, em especial a Ressonância Ciclotrônica de Íons por Transformada de Fourier, (FT-ICR MS) com fontes de ionização a pressão atmosférica ESI (ionização por electrospray), uma atribuição precisa de mais de 20 000 composições elementares de componentes orgânicos contendo heteroátomos do óleo cru pode ser obtida. Na indústria do petróleo existe um grande interesse na análise de ácidos naftênicos devido ao mecanismo de corrosão que ainda é uma questão bastante explorada. Ácidos naftênicos são grupos de ácidos carboxílicos de cadeia saturada podendo ser monocíclicos ou policíclicos, sendo o fenômeno de corrosão provocado principalmente por meio da reação química dessas espécies com o ferro, afetando diretamente vários processos da indústria petroquímica. Com o objetivo de estudar a composição polar de cortes de petróleo através do processo de destilação, medidas de ESI(±)FT-ICR MS foram realizadas e os resultados foram associados com os valores obtidos pelo número de acidez total (NAT). Adicionalmente, a ionização por ESI foi otimizada para compostos contendo enxofre (classe S1). Reações de metilação em cortes e resíduos de destilação a vácuo do petróleo foram realizadas e posteriormente, analisadas via ESI(+)-FT-ICR MS. Os resultados obtidos das análises de ESI(-)-FT-ICR MS mostraram a classe O2 (ácidos naftênicos) como sendo a classe majoritária nas frações. Além disso, o aumento da acidez com a temperatura de ebulição dos cortes é proporcional ao aumento da série homóloga, ao valor de DBE e à distribuição do número de carbono das espécies identificadas, o que sugere que em cortes de maior ponto de ebulição, moléculas mais complexas são encontradas em maiores concentrações. Com os resultados obtidos por ESI(+)-FT-ICR MS foi possível identificar a classe N1 como a classe mais abundante nos cortes destilados. As espécies sulfuradas e outros compostos orgânicos que apresentam em sua estrutura um sistema de duplas ligações conjugadas, como por exemplo, furanos, só puderam ser identificados após as reações de metilação.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4673
Appears in Collections:PPGQUI - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_5420_Guilherme Pires Dalmaschio.pdf2.7 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.