Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4685
Title: Monitoramento do biosorvente Quitosana por Ressonância Magnética Nuclear no Domínio do Tempo (RMN-DT) em Emulsões de Petróleo.
metadata.dc.creator: KOCK, F. V. C.
Issue Date: 28-Feb-2013
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: KOCK, F. V. C., Monitoramento do biosorvente Quitosana por Ressonância Magnética Nuclear no Domínio do Tempo (RMN-DT) em Emulsões de Petróleo.
Abstract: Acidentes petroquímicos tem recebido grande notoriedade da comunidade cientifica devido aos danos ambientais causados pelo vazamento de petróleo, tanto em ambientes onshore quanto offshore. O presente estudo realizou simulações de acidentes petroquímicos dentro de um espectrômetro de Ressonância Magnética Nuclear no Domínio do Tempo (RMN-DT) monitorando a ação de um biosorvente in situ. O biomaterial escolhido foi a quitosana, devido este biopolímero possuir características especiais, como biodegradabilidade, facilidade para realizar complexação com metais e habilidade de floculação o que torna possível o seu estudo como agente de biosorção. Os resultados in situ indicaram que o biopolimero atua formando complexos com metais presentes na água emulsionada. Esta inferência foi possível, a partir de medidas relaxométricas, onde se observou reduções superiores a 30% nos valores de T2. Além do mais, ensaios realizados por Espectroscopia de Ressonância do Elétron (EPR) possibilitou estudos acerca da interação deste biosorvente com espécies paramagnéticas presentes em óleos desidratados, no qual foram observadas estruturas muito estáveis como metaloporfirinas. Sendo assim, estudos foram conduzidos com conjuntos de amostras de frações que permitiram inferir a partir de reduções nos valores de T2 de 1,3 a 0,3 s a natureza parafínica e aromática, respectivamente destes compostos. Por fim, os resultados de simulação de acidentes in situ, possibilitou o estudo do poder de floculação do petróleo proporcionado pela quitosana. Esta previsão foi possível, a partir do conjunto de ensaios realizados, onde se notou deslocamentos de 20% para maiores valores de T2, tornando-se possível inferir acerca da interação deste biopolímero com constituintes mais densos do petróleo e desestabilização de emulsões, a partir da condução de ensaios inéditos de RMN-DT.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4685
Appears in Collections:PPGQUI - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_6347_Flávio Vinicius Crizostomo Kock.pdf3.04 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.