Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4736
Title: Determinação de Fósforo e Enxofre em Petróleo Por Icp Oes: Comparação de Diferentes Preparos de Amostras
metadata.dc.creator: RIBEIRO, M. A.
Issue Date: 15-May-2015
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: RIBEIRO, M. A., Determinação de Fósforo e Enxofre em Petróleo Por Icp Oes: Comparação de Diferentes Preparos de Amostras
Abstract: A presença de enxofre e fósforo no petróleo ocasiona diversos problemas na indústria petrolífera como, por exemplo, a desativação de catalisadores, deposição nas torres de destilação, corrosão e queda na qualidade dos derivados além da poluição ambiental. Dessa forma são necessárias técnicas analíticas sensíveis, eficientes e rápidas para a determinação destes elementos no petróleo permitindo que ações preventivas e/ou corretivas sejam tomadas na extração do mesmo e durante seu refino. Este trabalho tem como objetivo o desenvolvimento de um procedimento para determinação de fósforo e enxofre pela técnica de ICP OES em petróleo, para três diferentes procedimentos de preparo de amostra - extração com solvente a quente, digestão ácida usando micro-ondas e formação de microemulsão. Para isto foram utilizadas as linhas espectrais para enxofre 181,975 nm (I) na configuração radial e fósforo 213,617 nm (I) na configuração axial. O primeiro procedimento de preparo de amostra que utilizou a extração com solvente a quente não representou uma boa alternativa para a determinação total dos elementos, pois a eficiência de extração dos mesmos foi muito baixa. Para a digestão ácida assistida por micro-ondas e formação de microemulsão os LD encontrados foram: 0,01 mgL-1 para fósforo e 0,05 mgL-1 para enxofre usando o procedimento de digestão e 0,02 mg.L-1 para fósforo e 2,8 mgL-1 para enxofre usando o procedimento de formação de microemulsão. Boa exatidão foi alcançada em ambos os procedimentos quando foi avaliado o percentual de recuperação para o fósforo e material de referência (Nist 1634.c) para o enxofre. Logo por sua simplicidade de preparo e baixo custo a formação de microemulsão pode ser uma boa alternativa de preparo de amostras de petróleo para posterior determinação de fósforo e enxofre por ICP OES.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4736
Appears in Collections:PPGQUI - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_8853_Maria A. Ribeiro.pdf1.76 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.