Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4741
Title: Avaliação da Contaminação das Areias de Praia do Litoral do Espírito Santo Por Elementos-traço
metadata.dc.creator: SOUSA, R. M.
Keywords: Areia de praia;Elementos traço;ICP OES;Otimização multiva
Issue Date: 31-Aug-2015
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: SOUSA, R. M., Avaliação da Contaminação das Areias de Praia do Litoral do Espírito Santo Por Elementos-traço
Abstract: O Estado do Espírito Santo possui um litoral com grande potencial turístico, graças às belezas naturais de suas praias. Estas são amplamente utilizadas para fins recreativos. Devido ao uso e ocupação da região costeira, este ambiente se encontra sujeito à contaminação de origem química e biológica de suas areias, trazendo riscos à população, que utiliza este espaço como área de lazer, e ao meio ambiente, podendo gerar danos à biota local. O presente estudo tem como objetivo a quantificação de Co, Cr, Cu, Ni, Pb, V, Zn, Fe e Mn em areia de praia, verificando alterações nas concentrações desses elementos traço de acordo com variações sazonais. Foram realizadas quatro campanhas amostrais em quatro praias da região metropolitana do Espírito Santo, sendo duas campanhas em período de estação seca e duas em período estação chuvosa. Para cada região amostral foram coletadas amostras antes e após passagem de frente fria. As amostras foram coletadas na crista da berma e na face da praia. Em cada coleta de amostra foram feitos levantamentos topográficos, para a verificação de alterações nos perfis das praias ao longo das campanhas. Também foi realizado estudo da distribuição granulométrica nas amostras de areia de praia. As amostras de areia foram digeridas utilizando forno com radiação por micro-ondas, empregado 12,0 mL de uma mistura ácida nítrico-fluorídrica (3:1), com um programa de digestão adaptado do método US EPA 3052 (1996). Foram determinados Co, Cr, Cu, Ni, Pb, V e Zn por ICP OES e Fe e Mn por F AAS. A exatidão dos métodos de determinação foram avaliadas através da análise de material de referência certificado (NIST 2702) e do estudo de recuperação (72-123%). Os limites de quantificação encontrados, em mg kg-1, foram: 0,55 para Co, 2,45 para Cr, 0,36 para Cu , 2,08 para Ni, 0,85 para Pb, 3,26 para V, 0,39 para Zn, 0,57 para Fe e 0,23 para Mn. As faixas de concentração dos analitos em mµforam: <LQ 34,85 para Co, <LQ 26,99 para Cr, <LQ 34,36 para Cu, <LQ - 44 75 para Ni, <LQ 31,92 para Pb, <LQ 92,03 para V, <LQ 84,51para Zn, < LQ 1768 para Fe e <LQ 4428 para Mn. Os resultados da quantificação dos elementos traço em areia das praias indicaram que a maioria dos analitos está presente nas areias, sendo que alguns em concentrações elevadas. Estudos de correlação de Pearson foram realizados para avaliar o perfil e distribuição dos elementos traço ao longo das campanhas amostrais com as variações topográficas das estações de coleta. Para alguns analitos foi observado que alterações climáticas e sazonais exercem influência em suas concentrações, aumentando ou diminuindo, indicando que o transporte de sedimentos está correlacionado distribuição desses elementos. Comparando os resultados obtidos com de outros trabalhos contidos na literatura, observou-se que as praias do litoral do Espírito Santo apresentaram concentrações próximas para boa parte dos analitos, podendo ser um indicativo de contaminação.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4741
Appears in Collections:PPGQUI - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_9157_Rafael Mantovaneli Sousa.pdf2.81 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.