Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4783
Title: As Tecnologias da Informação e Comunicação no Ensino de Gravitação​: Implicações Sobre a Prática Pedagógica e Aprendizagem de Estudantes .
metadata.dc.creator: POLONINE, T. A.
Issue Date: 11-Jul-2014
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: POLONINE, T. A., As Tecnologias da Informação e Comunicação no Ensino de Gravitação​: Implicações Sobre a Prática Pedagógica e Aprendizagem de Estudantes .
Abstract: Partirmos do pressuposto de que o Conhecimento Científico é socialmente construído, validado e comunicado e que o processo de aprendizagem em Ciências se dá por enculturação e não por descoberta. No entanto, apesar desse processo envolver a interação social, buscamos um patamar em que o sujeito entenda, de forma pessoal, as diferentes formas de ver o mundo. Nessa mesma perspectiva, para uma tomada de consciência científica por parte dos alunos, é essencial haja intervenção e negociação, através da prática da argumentação, encorajando-os a desenvolver novos esquemas de conhecimento que se adaptem melhor às experiências pedagógicas vivenciadas. Assim, as atividades de discussão em grupo constituem a essência dessa prática. Nessa perspectiva, desenvolvemos e implementamos um Projeto Piloto no ano de 2012, numa proposta de utilização da Rede Social Facebook no Ensino de Física. Dada a visão positiva dos estudantes com relação à atividade, construímos uma Unidade de Ensino versando sobre a temática Gravitação, onde estudamos seus efeitos sobre a aprendizagem dos estudantes. Buscou-se estruturá-la com atividades que agrupam alguns dos principais Conteúdos Digitais Multimídia utilizados atualmente no ensino de ciências: como animações, simulações, vídeos, além de outros recursos da internet como as Redes Sociais, onde utilizamos os marcadores propostos por Vieira; Nascimento (2009) na busca por evidências da prática argumentativa. A aplicação integral da Unidade de Ensino se deu no primeiro trimestre letivo do ano de 2013 em quatro turmas de primeira série do Ensino Médio da EEEFM 'Ary Parreiras' (SEDU). Os resultados apresentados apontam indícios da apropriação dos conceitos científicos explorados nas atividades para a maioria dos casos. Encaramos essa evidência como fruto da negociação de novos significados potencializados pelos ambientes educacionais propostos em nossa investigação, num processo dialógico que envolveu a conversação, introduzindo os sujeitos em uma nova cultura. Verificamos, também, indícios que sinalizam para concepções alternativas que persistiram ao final da experiência educacional, plausíveis para um processo de formação ainda em andamento. Com relação à Atividade de Debate no Facebook, verificamos a viabilidade da utilização dos marcadores propostos por Vieira; Nascimento (2009) na busca por evidências da prática argumentativa. Nossas análises sinalizaram, também, para a necessidade da mediação em uma prática dessa natureza, para que haja uma maior negociação de significados entre os sujeitos, potencializando o processo de enculturação científica objetivado. Como produto dessa investigação, construímos um Caderno concernente às Atividades desenvolvidas ao longo da pesquisa educacional. Assim, vislumbramos a possibilidade de que o presente material possa ser utilizado por professores de Física que pretendam experimentar o viés tecnológico no Ensino de Gravitação e conceitos correlatos. Palavras-chaves: Ensino de Física. Tecnologias da Informação e Comunicação. Redes Sociais. Prática Argumentativa. Aprendizagem Colaborativa.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4783
Appears in Collections:PPGENFIS - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_7878_Thiago Polonine20140909-162100.pdf98.73 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.