Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4831
Title: Efeito da Taxa de Crescimento na Qualidade da Madeira de Híbrido Clonal de Eucalyptus Urophylla x Grandis para Produtos Sólidos.
metadata.dc.creator: GONCALVES, F. G.
Keywords: propriedades tecnológicas;produtos sólidos;Eucalyptus
Issue Date: 16-Feb-2006
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: GONCALVES, F. G., Efeito da Taxa de Crescimento na Qualidade da Madeira de Híbrido Clonal de Eucalyptus Urophylla x Grandis para Produtos Sólidos.
Abstract: O presente trabalho teve como objetivo geral estudar a influência da taxa de crescimento em diferentes modelos silviculturais na qualidade da madeira de um híbrido clonal de Eucalyptus urophylla x Eucalyptus grandis. Os efeitos considerados foram duas idades (70 e 166 meses) em dois sistemas de regeneração de povoamentos florestais por talhadia simples e reforma, com desbastes realizados em três intensidades (91, 80,5 e 77,5%). Foram avaliados: o volume e a espessura da casca, a relação cerne-alburno, o fator de forma, a conicidade e a circularidade como parâmetros dendrométricos; a densidade básica, a retratibilidade e a deformação residual longitudinal como parâmetros físicos; resistência à flexão estática (Módulo de Elasticidade MOE e Módulo de Ruptura MOR) e a resistência à compressão axial como parâmetros mecânicos. Utilizou-se de um método não destrutivo para a determinação indireta da densidade básica através do uso de Pilodyn. Foi também realizada uma avaliação descritiva da qualidade da madeira mediante o uso de Resistógrafo. Os resultados mostraram que o híbrido clonal avaliado apresenta comportamento próximo às madeiras do mesmo híbrido que cresceram em diferentes regiões do País, destacando-se a espessura de alburno na condição de primeira talhadia, por não ser variável ao longo do fuste. Todas as árvores avaliadas apresentaram, em geral, uma baixa conicidade ao longo do fuste. O uso do Pilodyn apresentou baixa eficiência, quando correlacionado com a densidade da madeira, independente da forma de manejo. As avaliações realizadas com o Resistógrafo geraram algumas inconveniências, como o aquecimento da haste, quando da perfuração da madeira, causando pequenos atritos, não apresentando, por conseguinte, bons resultados. No geral, o Resistógrafo obteve resultados satisfatórios na distinção da madeira juvenil nos três extratos estudados. A deformação residual longitudinal encontrada apresentou a menor variabilidade nas árvores provenientes da condição de talhadia simples e idade de 70 meses (E1) entre as quatro posições cardinais avaliadas. A densidade básica apresentou os maiores valores no extrato com árvores de maior idade (E2) ao longo do fuste e na posição radial, além de menores contrações volumétricas médias e menor fator anisotrópico médio (1,66). Nos ensaios de flexão estática, os extratos E1 e E3 apresentaram valores absolutos muito próximos, destacando-se o segundo extrato (E2) com os maiores valores absolutos. Entre as características avaliadas na Correlação de Pearson, sua determinação mostrou-se satisfatória, com os valores médios para os extratos estudados conjuntamente, destacando-se a densidade com as propriedades mecânicas e a espessura de alburno, o índice de circularidade e a conicidade, características fundamentais quando se busca qualidade em madeira serrada.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4831
Appears in Collections:PPGPV - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_3372_Fabricio Gomes Goncalves.pdf1.66 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.