Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4833
Title: Variabilidade espacial de atributos de um Argissolo Vermelho-Amarelo sob pastagem e vegetação nativa na Bacia Hidrográfica do Itapemirim.
metadata.dc.creator: SATTLER, M. A.
Keywords: geoestatística;conservação de solos;correlação
Issue Date: 17-Feb-2006
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: SATTLER, M. A., Variabilidade espacial de atributos de um Argissolo Vermelho-Amarelo sob pastagem e vegetação nativa na Bacia Hidrográfica do Itapemirim.
Abstract: Nas áreas rurais da Bacia Hidrográfica do Itapemirim predominam as pastagens. Estas áreas apresentam sinais de erosão e distúrbios de ordem física em diversos níveis, onde sistemas de manejos inadequados às condições de relevo fortemente acidentado contribuem para alterações significativas de atributos do solo. O objetivo do presente trabalho foi verificar o comportamento dos atributos: densidade do solo, volume total de poros, macro e microporosidade, resistência mecânica do solo à penetração, frações granulométricas (areia, silte e argila), carbono orgânico total, umidade do solo, argila dispersa em água e grau de floculação, em uma área sob pastagem comparativamente a outra sob vegetação nativa da Mata Atlântica, utilizando-se procedimentos de estatística clássica e geoestatística. Utilizou-se uma malha quadrada, composta de 64 pontos amostrais para a coleta dos dados, na profundidade de 0 a 0,20 m. As avaliações, utilizando-se a estatística clássica, consistiram em análise descritiva dos dados e suas correlações, análise descritiva espacial através de gráficos Posplot e da interpretação do efeito proporcional entre a média e o desvio padrão. A análise da variabilidade espacial foi feita a partir de semivariogramas escalonados, utilizando-se a krigagem ordinária para realizar estimativas em locais não amostrados, quando comprovado a dependência espacial. Os resultados mostraram que: a) a utilização de técnicas da geoestatística possibilitou a análise espacial dos atributos físicos do solo sob pastagem e vegetação nativa, favorecendo seu detalhamento e a melhoria do diagnóstico; b) os valores médios dos atributos Ds, VTP, MaP, COT e das frações granulométricas apresentaram diferença significativa em relação as duas formas de uso, excetuando-se os atributos AF e MiP; c) houve correlação significativa entre a altitude (cotas) dos pontos amostrados com os atributos VTP, MiP, RP, AT, Sil, U e COT na área sob pastagem e com os atributos VTP, MiP, Ds, RP, Arg, AF, AG, AT, U, COT, GF e ADA na área sob vegetação nativa; d) os atributos do solo apresentam estrutura de dependência espacial com grau de dependência forte ou moderada, excetuando-se a MaP, RP e AF na pastagem e MaP, Sil e COT na área sob vegetação nativa; e) as frações granulométricas na área de vegetação nativa apresentam dependência espacial entre as amostras, com exceção para o silte. Na a área de pastagem, a exceção é para areia grossa, areia total e silte, indicando capacidade infinita de dispersão na área de estudo, sugerindo influência direta da forma de uso do solo.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4833
Appears in Collections:PPGPV - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_3374_Marco Antonio Sathler.pdf1.11 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.