Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4842
Title: Comportamento de genótipos de feijoeiro sob cultivo orgânico.
metadata.dc.creator: ALTOE, M.
Keywords: Phaseolus vulgaris;épocas de plantio;adubo orgânico
Issue Date: 26-Feb-2007
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: ALTOE, M., Comportamento de genótipos de feijoeiro sob cultivo orgânico.
Abstract: O feijoeiro comum (Phaseolus vulgaris L.) é uma das culturas mais difundidas no Brasil, tendo, além do caráter econômico, um alto significado social, por ser um alimento básico para a população. Sabe-se que é crescente a preocupação dos consumidores e produtores com a saúde pessoal e com questões ambientais, aumentando o interesse por alimentos denominados orgânicos, sem a utilização de agroquímicos no sistema produtivo. Neste trabalho foi realizado o estudo do comportamento de sete genótipos de feijoeiro comum, cultivados em vasos, utilizando cinco doses de adubo orgânico em quatro épocas de plantio, no município de Castelo ES. O objetivo do trabalho foi contribuir com orientações de estratégias em sistemas de plantio orgânico do feijoeiro, procurando identificar genótipos superiores, a serem utilizados per se e/ou orientação de cruzamentos iniciais.Os genótipos utilizados foram: Capixaba Precoce, EMCAPA 404 - Serrano, EL 22, BAT 477, Pérola, Carioca e Xamego. As características estudadas foram: número de vagens por planta (NVP), número de grãos por planta (NGP), número de grãos por vagem (NGV), peso de grãos por planta (PCG) e peso de cem grãos (PCG). Inicialmente estudou-se o comportamento dos genótipos, utilizando-se o delineamento inteiramente casualizado em esquema fatorial 7 x 5 x 4 (genótipos x dose de adubo orgânico x épocas de plantio) com três repetições. Em termos gerais, todos os genótipos apresentam comportamento satisfatório, com destaque para os genótipos Pérola e Carioca. O cultivo da seca (Mar/2005) apresenta os melhores resultados para as características avaliadas, sendo o cultivo de inverno (Jul/2006) o menos favorável. Os genótipos apresentam máxima expressão com 30% de adubo orgânico. Posteriormente, análises de adaptabilidade e estabilidade foram efetuadas para as características NVP, NGP e PGP, nas quatro épocas de plantio e com cinco doses de adubo orgânico, caracterizando 20 ambientes. Foram utilizados os métodos de Lin e Binns (1988) modificado por Carneiro (1998) e do Centróide. Considerando-se conjuntamente os dois métodos verificou-se que os genótipos BAT 477, Xamego e Pérola apresentam-se como de adaptabilidade geral, podendo ser utilizados em programas de melhoramento genético em sistema orgânico para as características estudadas, as quais são altamente correlacionadas com a produção. Os genótipos EMCAPA 404 - Serrano, EL 22, Capixaba Precoce e Carioca apresentam resultados inconstantes devendo assim obter maiores estudos para a sua recomendação.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4842
Appears in Collections:PPGPV - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_3388_Marcus Altoe.pdf1.03 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.